Ciências da Vida

III – Coração Pleno, Mente Confusa

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 30/10/2019

Voltando ao Rio, para chegar a Botafogo, peguei um bonde e um metrô. Interessante o passado e a modernidade conviverem juntos. O Rio é a cidade das antíteses. Sociais, culturais, econômicas, tecnológicas. Tanto o velho bonde, quanto o moderno metrô me foram muito úteis, e rapidamente chegava ao meu destino. Lá, logo de cara, vi uma cena pitoresca. Um sujeito meio velho com alma de novo, “plantando bananeiras” na fr...

II – Meandros da Memória

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 18/10/2019

Com 23 anos, já tinha me formado em História há um ano, e estava com o mestrado em curso. Exatamente esse mestrado que me levou à viagem. Ao Rio de Janeiro. Nessa época ainda trabalhava em um projeto de pesquisa na universidade, e aliando meus interesses de pesquisa e as necessidades desse projeto, resolvi ir ao Rio de Janeiro. Essa cidade sempre me cativara. Ambígua, paradoxal, com suas belezas naturais e desigualdades ...

I – Memórias Desconexas

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 27/09/2019

Acordei sem saber onde estava. Na realidade percebi que ficara certo tempo sem consciência de mim. Algumas lembranças fugidias, desconectadas, nada que me ajudasse a perceber o que ocorrera. Estava em um quarto, com duas camas vazias. Eu dormia com um colchão no chão, e as camas ao meu lado. Um banheiro, um armário. Certamente não estava em uma prisão ou hospital. Mal sabia que era um misto dos dois. Vi que a televisão...

Por uma subjetividade erótica – parte III

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 14/06/2018

Esses novos seres que o guru preconizava, ou profetizava, se sintetizariam na ideia de Zorba, O Buda. Esses seriam seres que conjugariam as duas dimensões essenciais da existência humana: uma terrena, mundana, de prazeres e gozos, hedonista diríamos, o lado Zorba, inspirado no personagem Zorba o Grego. Do outro lado sua natureza búdica, que se manifesta na contemplação e meditação, comungam com o Universo e transcenden...

Por uma subjetividade erótica – parte II

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 22/05/2018

Reich foi um inadaptado intelectual. Suas teorias continuam à margem dos cursos de psicologia no mundo, apesar de sua contribuição fenomenal no entendimento da formação das neuroses no seio do capitalismo moderno. Reich foi psicanalista, mas acabou por ser excluído do círculo de Viena por Freud, devido às ortodoxias do pensamento deste. Foi membro do Partido Comunista, mas acabou rompendo com eles também, por suas ác...

Por uma subjetividade erótica – parte I

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 11/05/2018

Osho, nome pelo qual ficou conhecido o guru indiano, Rajneesh Chandra Mohan, foi um perseguidor incansável de ortodoxias, tradições e status quo moralizantes, repressores e alienantes. Se, por um lado, sua visão de uma espiritualidade encarnada no corpo e livre de dogmas e tabus se insurgiu contra uma ordem repressora e dominadora na India da sociedade de castas ou nos Estados Unidos, potência do capitalismo mundial, por ...

Medicina Popular e curandeirismo – parte III

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 07/03/2018

A casadinha, uma latada de folhas que se tornou rara nos tempos atuais, fervida para banhar os olhos é eficaz na cura da conjuntivite. A alfazema, integra a lista das principais plantas medicinais, já era usada na Antiguidade, quando era utilizada nos banhos gregos e romanos, já que suas flores possuem um aroma muito agradável e calmante. Serve para combate à falta de apetite a até o combate à insônia, para quem sofre ...

Medicina Popular e Curandeirismo – parte II

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 27/02/2018

Praticamente todo brasileiro já se tratou com algum medicamento caseiro, já tomou o chá de alguma erva ou folhas e frutos, já visitou um curandeiro, benzedeira ou rezadeira. Tenho um amigo, o Zé Augusto, cuja mãe é benzedeira e diz que não tem poder para ensinar ninguém os seus poderes. Outra que ensaia e procura aprender a benzeção é a psicóloga Clarissa, que ficou muito conhecida em Pompéu quando atendeu pela p...