Novos tempos

Poesia

Novos tempos
Data da publicação: 18/02/2019

O carteiro daquela vila perdida nos sertões gerais especula: Porque o trabalho se amesquinhou? Cadê as cartas do namorado que vinham de longe e deixavam a mocinha saltitante? Perguntava, tão logo o via: Senhor Carteiro, que traz para mim hoje? Agora a moça ao fim da rua depois da ponte sobre a linha férrea já não o espera no alpendre em meio a vasos, margaridas, samambaias com olhos brilhantes d...

Carlos Castaneda – frases de Don Juan Matus – Sobre o Poder

Castaneda e Don Juan

Carlos Castaneda – frases de Don Juan Mat...
Data da publicação: 15/02/2019

O Poder é o mais forte de todos os inimigos. E, naturalmente, a coisa mais fácil é ceder. Afinal de contas o homem é realmente invencível. Ele comanda. Começa correndo riscos calculados e termina estabelecendo regras, porque é um Senhor! Um homem neste estágio quase nem nota seu terceiro inimigo se aproximando. E, de repente, sem saber, certamente terá perdido a batalha. Seu inimigo o terá tr...

Eu e seu Joaquim

Crônicas Culturais, Memórias

Eu e seu Joaquim
Data da publicação: 13/02/2019

Seu Joaquim tem toda razão quando afirma que o homem é um jumento. Eu tenho nove anos, a ditadura militar ainda não lançou sua nuvem escura em minha alma, a pequena cidade é a minha nação, e a tarde que se vai incendeia o horizonte. Escuto sua voz de trovão para nunca mais me esquecer. A casa é de adobe, o chão de terra batida, as telhas vãs escoam o vento pelas frestas. Enquanto os meninos ...

Mercado de crianças

Direitos Humanos, Futebol

Mercado de crianças
Data da publicação: 12/02/2019

No sistema capitalista, qualquer coisa pode ser usada como mercadoria. Até gente. O historiador Daniel Rops registra que no século XVII, em Paris, crianças eram compradas ou raptadas por profissionais da mendicância. O processo podia incluir fraturas intencionais nos membros dos pequenos indefesos, para estimular a piedade do público. Nos áureos tempos de Mozart, os corais incluíam as vozes dos ...

Campo de mártires

Poesia

Campo de mártires
Data da publicação: 11/02/2019

“Deus! Ó Deus! Onde estás que não repondes? Em que mundo, em qu’estrela tu t’escondes embuçado nos céus?”Castro Alves  Da janela do meu apartamento Vejo os helicópteros Que seguem rumo Ao campo da morte de Brumadinho  Vão para onde não mais Bosques, fazendas, pousadas Águas cristalinas Gorjeio de pássaros  Agora é só Lama Desespero Corpos trucidados O lento escorrer d...

Respeito e discrição no meu novo apê

Cotidiano

Respeito e discrição no meu novo apê
Data da publicação: 08/02/2019

Meu filho, João, sacrificou seus recursos atuais e futuros, comprou, reformou e mobiliou um paradisíaco apartamento bem de frente ao Parque Municipal e do Palácio das Artes, ao lado do Conservatório de Música da UFMG, bem perto do SESC – Paládio, área nobre onde se encontra de tudo que a gente precisa. Às vezes, eu acho João parecido com seu xará, o gênio da bossa nova, João Gilberto. Ext...

Carlos Castaneda – frases de Don Juan Matus – Sobre a Clareza 1

Castaneda e Don Juan

Carlos Castaneda – frases de Don Juan Mat...
Data da publicação: 04/02/2019

Vencido o Medo, ele adquire a Clareza, uma clareza de espírito que apaga o medo. Então o homem já conhece seus desejos, sabe como satisfazê-los. Pode antecipar os novos passos na aprendizagem, e uma clareza viva cerca tudo. O homem sente que nada se lhe oculta … E assim ele encontra o seu segundo inimigo: a Clareza! Esta clareza de espírito, que é tão difícil de obter, elimina o medo, mas tam...

De estimação

Poesia

De estimação
Data da publicação: 31/01/2019

Feito um cão que ladra e não morde Demarco meu território. Daqui até lá, de lá pra cá, acolá. Depois estico as pelancas Sobre o capacho, a rede na varanda, E astuciosamente faço a vigília. Ao modo de um cão, todo lealdade. Diferentemente de um cão Prescrevo-me logo um cálice de vinho Que, como queria o meu compadre João Sebastião, sábio o bastante Para ir morar distante da capital, Esfr...