Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Regresso

Publicado por Antonio Carlos Santini em Poesia
data: 09/04/2018

regresso

Estive bem aqui, quando criança,
Na margem deste rio sussurrante,
Mas permanece vivo aquele instante
Que ainda se reflete na água mansa.

O tempo é como o rio, e não se cansa
De prosseguir no fluxo itinerante:
Nada o impede de seguir adiante,
Pois vê no mar apelos à esperança…

Andei errante pelo mundo a esmo
E volto a este local: parece o mesmo
Que mil saudades ao meu peito traz!

O rio corre. Calmamente, corre.
Diz-me que o tempo passa, mas não morre
E, em tudo que passou, encontro a Paz…

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Carlos Santini - Licenciado em letras – Português e Francês. Professor de Artes e Ciências Humanas. Evangelizador, compositor, autor de vários livros de catequese e poesia/ Licenciado en letras - Portugués y Francés. Profesor de artes e ciencias humanas. Es evangelizador católico, compositor de músicas religiosas, autor de varios libros de catequesis y poesía. Residente em Belo Horizonte MG
Deixe um comentário