Tamanho da Letra: [A-] [A+]

O risco do bordado

Publicado por Antonio Carlos Santini em Poesia
data: 19/04/2018

O risco do bordado

Os dias são o fio de uma trama
Que a História vai tecendo ponto a ponto
E, enquanto existe vida, não está pronto
O risco do bordado de quem ama.

Um lado do tapete não reclama
Do avesso que lhe faz o contraponto,
Mas a lã branca sempre dá desconto
Ao fio negro que rolou na lama.

Pessoas são tecidas lentamente:
Não são desenhos feitos de repente
Nem gesto aleatório do sujeito…

E Deus, que tem nas mãos a sua agulha,
É o Artista divino que se orgulha
Por dar em nós o toque mais perfeito…

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Carlos Santini - Licenciado em letras – Português e Francês. Professor de Artes e Ciências Humanas. Evangelizador, compositor, autor de vários livros de catequese e poesia/ Licenciado en letras - Portugués y Francés. Profesor de artes e ciencias humanas. Es evangelizador católico, compositor de músicas religiosas, autor de varios libros de catequesis y poesía. Residente em Belo Horizonte MG
Deixe um comentário