Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Os tecnocratas

Publicado por Sânia Campos em Poesia
data: 14/03/2013

A vida pulsa lá fora!

Uma flor nasceu
Uma criança, uma borboleta.
Elas sonham,
Elas se encantam e desencantam.

Outros morrem, partem
Se transformam.

Ainda há poetas e loucos
Apaixonados.
Canções e corações.

Lá fora!

Aqui cinza, pálidos, entre quatro paredes
Eles planejam, regulam, controlam.
Mudam os nomes, os títulos
Hierarquizam.
O poder e os egos!

Criam estruturas, organogramas, funções e papéis.
Disciplinar e enquadrar.
Instâncias…
Instituir
Instituido.
Para que?
Por que?

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Sânia Campos - Economista com Mestrado em Educação pela UFMG. Professora da PUC-Minas, já exerceu vários cargos na Administração Pública. Residente em Belo Horizonte - MG.
Deixe um comentário