Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Oficinas de Inverno FEA – 9 a 24 de Julho/2012 para adultos e crianças, leigos e iniciados

Publicado por Editor em Música
data: 03/07/2012

Inscrições e Informações:

Fundação de Educação Artística

Rua Gonçalves Dias, 320 – Bairro Funcionários – BH

Tel. (31) 3226-6866/ e-mail: contato@feabh.org.br

Últimas Vagas

Oficinas:

I. Iniciação à Técnica Vocal: Módulo Intensivo

Professor: Eladio Pérez-González

II. Laboratório de Expressão

Professor: Eladio Pérez-González

III. Prática de Conjunto – Grupo de Saxofones

Professor: Renato Goulart

IV. Repertório Pianístico

Professora: Berenice Menegale

V. Introdução de Crianças ao Violino e ao Violoncelo

Professores: Marija Mihajlovic e João Cândido dos Santos

VI. Master Class de Clarineta

Professor: Dominic Desautels

VII. “Timbre e Silêncio No Espaço”/ Mini-Curso de Apreciação, Análise, Composição & Orquestração Experimental

Professor: Rafael Nassif

Ementas

I . Iniciação à Técnica Vocal: Módulo Intensivo

Professor: Eladio Pérez-González

Período: 09 a 18 de julho, de segunda à sexta-feira,

das 18h30 às 20h30 (carga horária: 16 horas)

Investimento: R$ 450,00 à vista; R$ 500,00 em duas parcelas

Nº de vagas: 12

Cada participante de um grupo de Iniciação à Técnica Vocal é orientado individualmente pelo professor Eladio Pérez-González, sob parâmetros que se fundamentam na fisiologia. A metodologia utilizada pelo professor baseia-se na autopercepção, condição para o uso consciente da voz.

O uso correto da voz, a partir desses parâmetros, vai sendo conduzido com segurança nos primeiros passos que levam ao domínio da boa técnica.  Ao terminar o trabalho intensivo, o participante já terá adquirido as noções básicas que lhe permitem praticar os exercícios, sozinho. O módulo intensivo de 16 horas equivale, com vantagem, a 3 meses de aulas semanais.

A Iniciação à Técnica Vocal é útil não apenas para quem quer cantar, mas também para todas as pessoas que fazem uso profissional da voz – como professores, atores, psicólogos, fonoaudiólogos, comunicadores, etc.. É recomendada especialmente aos regentes de coro e diretores teatrais, os quais precisam conhecer a técnica para lidar com coralistas e atores.

II. Laboratório de Expressão

Professor: Eladio Pérez-González

Período: 09 a 18 de julho, de segunda à sexta-feira,

das 11h às 13h (carga horária: 16 horas)

Investimento: R$ 450,00 à vista; R$ 500,00 em duas parcelas

Nº de vagas: 12

O Laboratório de Expressão é uma proposta de conquista ou descoberta da capacidade de autoexpressão. Criado por Eladio Pérez-González na Fundação de Educação Artística, como um conjunto de exercícios e jogos dramáticos, coletivos e individuais, para desenvolver nos cantores a capacidade de interpretação dos textos cantados, o Laboratório de Expressão mostrou ser igualmente eficiente para qualquer pessoa que queira vencer a inibição de falar em público, mas também nas relações pessoais.

Ao participar, cada um descobre a própria capacidade de expressão e o caminho para desenvolver essa conquista. A metodologia utilizada inclui, entre outras abordagens, uma trajetória progressiva desde o uso expressivo do silêncio até a projeção vocal.

Os depoimentos pessoais que a FEA recebe de participantes – assim como as recomendações de psicólogos e outros profissionais – demonstram o significado positivo e insubstituível da experiência oferecida pelo Laboratório de Expressão. A proposta compreende uma sequência intensiva de sessões em grupo, totalizando 16 horas.

III. Prática de Conjunto – Grupo de Saxofones

Professor: Renato Goulart

Período: 09 a 21 de julho, de segunda a sexta-feira,

das 16h às 18h (carga horária: 20 horas)

Investimento: R$ 250,00

Nº de vagas: 12 (Sax Soprano 02 / Sax Alto 05 / Sax Tenor 03 / Sax Barítono 02 )

Público-alvo: estudantes de saxofone em nível intermediário.

Trabalho de obras representativas da literatura para a formação “Grupo de Saxofones”, incluindo peças originais, transcrições e arranjos. Serão abordados aspectos como o aprimoramento da afinação, unificação da sonoridade, precisão rítmica e fraseado. Os ensaios ocorrerão em grupo sob a direção do professor Renato Goulart, e os alunos terão a oportunidade de tocar nos vários tipos de saxofone.

Ao término do curso, o repertório trabalhado será apresentado ao público na Sala Sérgio Magnani da FEA e os participantes receberão um certificado de participação.

Caso julgue necessário, o professor poderá convocar os candidatos para realização de um pré-teste e entrevista.

Obs.: – poderá ocorrer a abertura de novas vagas ou remanejamentos de acordo com a necessidade do grupo;

- A FEA dispõe de instrumentos para utilização, incluindo sax alto, tenor e barítono. Sua utilização ficará a critério do professor de acordo com a necessidade do grupo.

Renato Goulart é Bacharel em saxofone pela UFMG. Além de saxofonista, atua também como pianista, professor, compositor, arranjador e coordenador de projetos na área musical. Fundou a Orquestra de Sopros da Fundação de Educação Artística (OSFEA), atuando como coordenador do grupo e coordenador do “1º e 2º Concurso de Composição e Arranjo para Orquestra de Sopros”. Obteve o 1º lugar no “Concurso de Arranjos para Bandas Tradicionais de Música” (2009), foi finalista do Concurso Brasil Vocal – CCBB (2011) e também finalista do Festival Tinta Fresca da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais (2010).  É membro do “Monte Pascoal – Quarteto de Saxofones & Percussão”, grupo para o qual também compõe e arranja. Suas composições e arranjos são executados por diversos grupos musicais, tendo inclusive trabalhos editados na Dorn Publications (EUA), editora especializada em formações com saxofone.

IV. Repertório Pianístico

Professora: Berenice Menegale

Período: 11, 12, 13, 16 e 17 de julho,

das 09h às 11h (carga horária: 10 horas)

Investimento: R$ 100,00

Nº de vagas: 12 + ouvintes

Público-alvo: Professores e estudantes de piano (executantes )/ Público de música em geral (como ouvintes)

Em cinco encontros, os interessados apresentarão obras ou trechos do repertório de piano, para apreciação sob diferentes aspectos:

Situação histórica da obra

Características estéticas e técnicas

Sugestões para o estudo

Interpretação

Não há exigência quanto ao nível de dificuldade ou duração da peça  que será apresentada pelo participante.

O ouvinte poderá interferir com perguntas e comentários, a critério da professora.

Berenice Menegale é pianista e diretora da Fundação de Educação Artística.

V. Introdução de Crianças ao Violino e ao Violoncelo

Professores: Marija Mihajlovic e João Cândido dos Santos

Período: 18, 20, 21 e 24 de Julho,

das 14h às 16h (carga horária: 08 horas para cada grupo)

Investimento: R$ 160,00

Nº de vagas: 20

Público-alvo: Grupos de 07 a 10 anos e de 11 a 14 anos

Os participantes terão contato lúdico com o violino e o violoncelo, num processo que promove a percepção da sonoridade, assim como a experiência efetiva da  produção dos sons desses instrumentos.

A oficina visa estimular a ampliação das possibilidades de escolha de instrumentos, incluindo, no universo sonoro de crianças e adolescentes, os instrumentos de arco.

VI. Master Class de Clarineta

Professor: Dominic Desautels

Período: 18, 20 e 24/07 das 09 às 12h e

21/07 das 16h às 19h (carga horária: 12 horas)

Investimento: R$ 200,00

Nº de vagas: 06

Público-alvo: Profissionais e estudantes

Oferecidas pelo chefe do naipe de clarinetas da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais, as master classes destinam-se a profissionais e estudantes do instrumento.

VII. “Timbre e Silêncio No Espaço”/ Mini-Curso de Apreciação, Análise, Composição & Orquestração Experimental

Professor: Rafael Nassif

Período: dias 17, 18 e 19 de julho,

das 18h às 20h (carga horária: 06 horas)

Investimento: Gratuito

Nº de vagas: 16

Público-alvo: Profissionais e estudantes com conhecimentos de percepção, notação e análise ou composição musical de nível intermediário-avançado.

O compositor Rafael Nassif abordará o seu trabalho desenvolvido recentemente na Alemanha. As composições serão apresentadas com rascunhos, partituras, gravações de áudio e vídeo. Algumas facetas do processo de criação serão desveladas, e os conceitos envolvidos serão apresentados, dentre eles: escuta-composição tímbrica, orquestração espacial, instrumentação de multifônicos, transfiguração de material, composição de silêncios e plasticidade temporal.

Dentre a lista de obras a seguir serão abordadas aquelas de maior interesse dos participantes: “esboço de monumento” para orquestra de sopros, “floresta anônima” para uma orquestra de oboés e fagotes ao redor do público, “musica d’incanto” para um trio de instrumentos graves distribuídos no espaço e um oboé não visto pelo público (primeira parte), assim como o design de som “werk_statt_incanto” (concebido para re-montagens de palco) e as trilhas “still life with music by piet mondrian” & “a mizmar happening” (compostas para o primeiro filme abstrato “Rhythmus 21″ de Hans Richter).
Inscrições: via e-mail para o endereço rafael_nassif@hotmail.com (enviar nome completo, telefone, breve currículo e breve carta/sentença sobre sua intenção/motivação/expectativa em relação ao curso). O curso “Timbre e Silêncio no Espaço” conta com apoio do Programa de Intercâmbio do Ministério da Cultura.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Música

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Deixe um comentário