Arquivo do Autor

Como se fosse a primeira vez

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 25/11/2013

Caminho na Praça da Liberdade. Na liberdade da praça. Respiro flores e trinado de passarinhos. A água da fonte lava a alma e leva as mágoas, purificando o ar e o espírito; a dama-da-noite se veste de flores e exala um perfume doce e sensual; a brisa sopra cadentes rimas de amor. Paro diante do Vagão Cultural que “traz o universo de Fernando Sabino até você.“ São 20 horas. O trem descansa na estação. Só amanhã ...

Bem-me-quer, Mal-me-quer…

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 27/09/2013

Dia desses, em Pompéu, encontrei esta flor numa hortinha de fundo de quintal, derramando luz e poesia nos canteiros de verdura. O hortelão vai falando com entusiasmo do seu mundo, da sua vivência com as plantas e com a mulher,  com quem vive há mais de trinta anos. Ao me deparar com a flor, sou tomada de duplo encanto. E comento com admiração: “até flor, vocês cultivam aqui!” E o casal, tão singelo como a flor...

Amigos Para Sempre

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 02/09/2013

A banda passa tocando coisas de amor. Pára na Praça. Diante da banda, sentado em sua caixinha de engraxate, um menino moreno, de sorriso claro e olhar brilhante assiste ao espetáculo, alheio a tudo e a todos a seu redor, como se a banda tocasse pra ele. Somente para ele. Dou um passo à frente e fico diante do garoto, contemplando o seu enlevo. Tudo é música; os olhos do menino são música. O sorriso do menino é música...

Anúncios da Primavera

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 08/08/2013

Últimos dias da exposição de ipê cor-de-rosa na Praça da Liberdade e ruas da Capital Mineira. Vale conferir. É só suspender, por um instante, os pensamentos e erguer um pouco o olhar. Ah!, tem também um tapete estendido no chão. É preciso caminhar com cuidado para não pisar as flores que bordam a paisagem. Se Você é desses que gosta de exercício e tem molejo, curve até os pés e apanhe uma florzinha madura. Dent...

Crônica do Novo Milênio

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 30/07/2013

Sentada na Praça da Liberdade, pegando um solzinho de inverno. Um velhinho vem sentar-se a meu lado. Puxa prosa. O celular toca. Tira do bolso. Abre. Escuta. Despede.  Desliga. “Minha filha. É a segunda vez que me liga. Não sei por que. Ela não se importa comigo! Filho cresce, esquece do pai. A outra vai lá em casa uma vez no ano. Sabe quando? Mês de janeiro. Levar a cachorrinha pra eu tomar conta pra ela viajar. Lail...

Rosas do meu Amor

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 05/07/2013

Eu queria subir às nuvens, apanhar um raio de sol e projetar um arco-íris bem no fundo da tua íris. Eu queria subir aos céus, apanhar um punhado de estrelas e bordar um manto bem no fundo da tua noite. Eu queria subir ao infinito, captar toda a música que existe e compor uma sinfonia bem no fundo da tua alma. Eu queria fazer de ti um templo e entrar bem de mansinho e descortinar teu Deus e religiosamente depositar a Seus ...

Ilusão

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 24/06/2013

Imagem: Marina Jardim – óleo sobre tela Não queiras morar na Lua só porque a Lua é bela e brilha e te seduz De perto A Lua é flicts Também a sereiazinha que vive  no fundo do mar de encantos se perdeu por um príncipe navegante e na Terra quis morar Até mesmo as estrelinhas que vivem no céu a brilhar um dia na Terra pediram pra morar Não queiras morar na Lua só porque a Lua é bela e brilha e te seduz Comparti...

Choveu saudade dentro de mim

Publicado por Edmeia Faria
Data da publicação: 19/04/2013

É de manhã. Acabo de me levantar. Abro a janela. Respiro fundo. Contemplo a Serra do Curral. Ou o que sobrou da Serra. Falo aos meus amores distantes, para que a brisa leve até eles a minha mensagem de paz e esperança. “Neblina na serra, chuva na terra.” Que bom! A chuva vem  lavar a cidade. Salvar a plantação. Mas o sol não veio. Há dias não aparece. E a chuva chove saudade dentro de mim. Saudade de quem? De tod...