Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Cícero – Frases – parte I

Publicado por Editor em Cícero, Filosofia
data: 23/10/2013

Marcus Tullius Cicero (106 — 43 a.C.).

Filósofo, orador, escritor, advogado e político romano

 

Amizade, Amor, Paixão

Um bom amigo é mais digno do que cem familiares.

Dos amores humanos, o menos egoísta, o mais puro e desinteressado é o amor da amizade.

Viver sem amigos não é viver.

Este é o primeiro preceito da amizade: pedir aos amigos só aquilo que é honesto, e fazer por eles apenas aquilo que é honesto.

Reconhece-se o amigo certo numa situação incerta.

A amizade começa onde termina o interesse.

Nenhum dever é mais importante do que a gratidão.

Quem afasta a amizade da vida parece que arranca o sol do mundo, pois os deuses imortais não nos deram nada melhor nem mais doce.

Quanto melhor é uma pessoa, mais difícil se torna suspeitar da maldade dos outros.

A amizade apenas encontra a sua plena irradiação na maturidade da idade e do espírito.

A amizade é simplesmente a amável concordância em todas as questões da vida.

As satisfações corrompem o amor e a amizade, o respeito os conserva.

Existirá algo mais agradável do que ter alguém com quem falar de tudo como se estivéssemos falando conosco mesmos?

Um amigo é como se fosse um segundo eu.

O amor é o desejo de alcançar a amizade de uma pessoa que nos atrai pela beleza.

Não há nada que não se consiga com a força de vontade, a bondade e, principalmente, com o amor.

Não há nada mais gratificante do que o afeto correspondido, nada mais perfeito do que a reciprocidade de gostos e a troca de atenções.

O amor conquista todas as coisas.

Amar é consequência de uma atração espiritual acima de qualquer mera paixão humana.

O que nos ajuda mais a conservar e manter a nossa força é o fato de sermos amados; e o que se lhe opõe mais é o fato de termos medo. O medo é mau guarda da nossa longevidade; a benevolência, pelo contrário, é fiel e dura até a eternidade.

Penso que nada é difícil para quem ama.

Ninguém vai dizer que foi por amor. Todos vão chamar de derrota.

Paixões são como fogo: útil de inúmeras maneiras e perigoso de uma só forma: o excesso.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Cícero Filosofia

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Comentário
  1. Você escreve lindamente. Sábias palavras, eu procurava algo para meditar e encontrei muito mais do que procurava.
    E com certeza vou compartilhar com meus amigos e meus seguidores.
    A amizade é um amor que nunca morre!

Deixe um comentário