Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Eclipse

Publicado por Antonio Ângelo em Poesia
data: 06/02/2014

Último eclipse do século.
O mundo pode acabar.

A imensa esfera da lua
trafega em frente ao sol
em sua totalidade absoluta.

Por alguns instantes,
de sua supremacia vem a obscuridade
que o dia invade.
Pássaros procuram ninhos
e damas da noite abrem as pétalas.

Através de filtros se vê
a imagem da sombra coroada.
Com perfeccionismo o universo
obedece à coreografia do Supremo.

Mas não é ainda o apocalipse.
Faz-se noite instantânea e, a seguir,
eis que ressurge o gigante,
pleno, radiante, inabalável,
aos humanos concedendo a continuidade
de seus cismas e diásporas.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Ângelo -
Comentário
  1. Dulciméia de Oliveira

    Que beleza!

Deixe um comentário