Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Uma pequena prece

Publicado por Wesley Pioest em Poesia
data: 09/01/2019

Uma pequena prece

Com o barro cozido do chão

Faremos outra cidade

Vamos nascer nessa cidade

Antes que o dia se apague

Erguer uma nova nação

Com o pó que resta no chão

Por toda a eternidade

Brindaremos à amizade

Nós vamos nos dar as mãos

Antes que seja tarde

E sobrevenha a escuridão

É tudo que eu lhes peço

Do fundo do coração

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Wesley Pioest - Nasceu em Rubim, estudou em Belo Horizonte, passou por Itacarambi, Muriaé e passa atualmente por Gonzaga. Sempre em Minas. Seu vale é o Jequitinhonha, de onde veio e para onde há de voltar dentro em breve, por bem ou por mal. Publicou a Revista “Liberdade”, os livros “Impressões da Aurora”, “Jequitinhonha – Antologia Poética I e II”, “A Fala Irregular” e “Cabrália”. Parceiro inconstante de Rubinho do Vale, Vagner Santos e Romeu Santos em letras para canções.
Comentário
  1. Antonio Ângelo

    Sim, meu caro, façamos outra cidade, outra nação.
    Mas dos nossos sonhos, mesmo os mais comezinhos, não vamos desertar.
    Vamos levá-los em nossas rotas mochilas!

Deixe um comentário