Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Poema natalino

Publicado por Wesley Pioest em Poesia
data: 28/12/2018

Poema natalino

Neste Natal envio essa caixa
com presentes para os amigos
cheia de jovens anos
e de anos antigos

Há quem os prefira empoeirados
outros os que saem do forno
vai um ano bem passado?
ou um tinindo de novo?

Recebam como gestos de ternura
contidos ao passar do tempo
em toda falta de abraço
em cada longo silêncio

Tantos anos vou distribuindo
eles me carregam em seu bojo
então recomendo cuidado
ao abrirem o estojo

São quase sessenta presentes
para vocês neste Natal
rezo que os recebam bem
e nunca me queiram mal

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Wesley Pioest - Nasceu em Rubim, estudou em Belo Horizonte, passou por Itacarambi, Muriaé e passa atualmente por Gonzaga. Sempre em Minas. Seu vale é o Jequitinhonha, de onde veio e para onde há de voltar dentro em breve, por bem ou por mal. Publicou a Revista “Liberdade”, os livros “Impressões da Aurora”, “Jequitinhonha – Antologia Poética I e II”, “A Fala Irregular” e “Cabrália”. Parceiro inconstante de Rubinho do Vale, Vagner Santos e Romeu Santos em letras para canções.
Deixe um comentário