Tamanho da Letra: [A-] [A+]

I – Origens do Futebol

Publicado por Mateus Resende, Abner Faustino e Rafael Orsini em Futebol
data: 28/06/2017

origens do futebol

Foto do time da Universidade de Michigan, EUA, 1879

Por Mateus Resende Alves (in memoriam), Abner Cristian Moreira Faustino e Rafael Pinho Orsini

O Metro inicia hoje a publicação, inédita na internet, de uma série de artigos, dos autores acima, sobre o futebol mineiro, com foco na atuação das torcidas organizadas. Do trabalho original, feito no âmbito acadêmico por três formandos no curso de jornalismo, foram extraídos os artigos aqui publicados. Um dos autores, Mateus Resende Alves, faleceu durante a elaboração da monografia. Pela orientação acadêmica, o trabalho começou buscando as origens históricas do futebol. Os extratos aqui reproduzidos não incluem as considerações teóricas sobre jornalismo, se atendo ao conteúdo abordado, na seguinte sequência: Origens do Futebol, O Futebol no Brasil, o Futebol em Minas e As Torcidas Organizadas no futebol mineiro. Vamos nessa!

O que faz do futebol uma paixão, não só brasileira, mas mundial? O que faz do futebol ser ‘o esporte mais praticado no mundo’? Milhões de pessoas, em todo o mundo, vão aos jogos de clubes e seleções para acompanhar 22 atletas tentando fazer gols e, quando os marcam, uma explosão de alegria toma conta das arquibancadas, à frente dos televisores, nos ouvidos atentos aos narradores dos tradicionais ‘radinhos de pilha’, e mais recentemente pela internet, via computadores ou smartphones. Na Copa do Mundo de 2014, segundo dados da Federação Internacional de Futebol, Fifa, do francês Fédération Internationale de Football Association, 3,2 bilhões de espectadores espalhados pelo mundo acompanharam o torneio. 1,013 bilhão acompanharam a final vencida pela Alemanha por 1-0 sobre a Argentina.

A Fifa ainda relata que aproximadamente 280 milhões de pessoas assistiram às partidas pela internet. Apesar dos grandes números, a maior entidade de futebol mundial admite que os horários dos jogos – madrugada ou início da manhã – prejudicaram a região mais populosa do mundo, a Ásia, onde estão quase dois terços da população mundial. O que faz do futebol um esporte tão popular? Para entender essa questão, vamos analisar teorias sobre a origem do esporte.

De acordo com Bill Murray (2000), por volta de 3000 a.C, os antigos militares chineses praticavam um treinamento militar parecido com o atual futebol, mas a bola era a cabeça dos inimigos. Com o decorrer das décadas, as cabeças foram trocadas por bolas de couro revestidas de cabelo. Eram formados dois times e o objetivo era encaixar a bola entre duas estacas fincadas no chão.

No Japão Antigo, existia um esporte chamado Kemari. Ele era considerado um esporte de elite, visto que apenas membros da corte do Imperador podiam praticá-lo. A bola era feita de fibra de bambu. O campo era quadrado e cada time tinha oito jogadores. Existem relatos de que existia um jogo, muito parecido com o futebol, que era praticado na Grécia, por volta do século I a.C., conhecido como Episkiros. Ao invés de oito jogadores, como era o Kemari, o Episkiros permitia a cada equipe ter nove pessoas, e o campo era retangular, parecido com o futebol atual. A bola era feita de bexiga de boi e apenas os soldados podiam jogar. O Episkiros também foi difundido para os romanos, quando invadiram a Grécia, por volta de 150 a.C. Em Roma surgiu o Harpastum, jogada com uma bola feita de bexiga de boi coberta com uma capa de couro.

O esporte passou por algumas transformações até chegar ao ‘Gioco del Calcio’. Esse esporte era praticado com 27 jogadores para cada lado e geralmente o ‘campo’ eram as praças públicas. Para pontuar no Gioco del Calcio era necessário que um atleta levasse a bola até os postes que ficavam nos cantos da praça. O esporte se assemelhava muito com o Rugby. O Gioco del Calcio ia ganhando popularidade, mas devido à extrema violência e até relatos de mortes de jogadores, o jogo foi proibido pelo rei inglês Eduardo II. O esporte, então, passou por bruscas mudanças, ganhando uma versão menos violenta. O Gioco del Calcio deu origem ao famoso Calcio Storico Fiorentino, em português, Futebol Histórico de Florença, que ainda é praticado na Itália todos os anos.

Entre os séculos XV e XVIII, era jogado em quase toda a Europa, com predominância na Inglaterra, o Folk Football, também conhecido como futebol medieval. No século XIX, o esporte começou a ser aceito nas escolas, sendo que algumas admitiam o uso das mãos e dos pés, como é o caso da escola da cidade de Rugby, no condado de Warwickshire, no oeste da Inglaterra. Outras escolas aceitavam apenas o uso dos pés.

Na década de 1860, os principais colégios do Reino Unido organizaram uma reunião em Londres para universalizar as regras do esporte. O colégio de Rugby decidiu se retirar da reunião e, junto a outros colégios, criou a “Rugby Football”. Os que defendiam apenas o uso dos pés criaram a “The English Football Association”, EFA, que se tornou a primeira federação de futebol do mundo. Na temporada 1871-1872, portanto há 146 anos atrás, foi realizado o primeiro torneio da EFA Cup. Quinze dos 50 membros da EFA participaram da competição.

wandarers

O primeiro campeão foi o Wanderers Football Club, hoje um time amador de Londres. Depois da Federação Inglesa de Futebol, vieram a escocesa, a galesa e a irlandesa. No dia 30 de novembro de 1872, Inglaterra e Escócia entraram para a história ao fazerem o primeiro jogo oficial de seleções no mundo. A partida, que foi realizada no estádio de cricket Hamilton Crescent, em Glasgow, terminou empatada por 0-0. A Fifa foi fundada em 1904, em Paris, e contava com sete países membros: Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Suécia e Suíça.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Futebol

Mateus Resende, Abner Faustino e Rafael Orsini - Mateus Resende Alves (in memoriam), Abner Cristian Moreira Faustino e Rafael Pinho Orsini são formados em Jornalismo pela PUC Minas. Os três trabalharam sobre a temática das torcidas organizadas Galoucura e Máfia Azul analisando o Estado de Minas.
Deixe um comentário