Tamanho da Letra: [A-] [A+]

(Português) Solo impermeável, população vulnerável

Publicado por André Henrique Rosa e Samuel da Silva Vaz en Politicas Urbanas
data: 22/01/2020

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Português.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Politicas Urbanas

André Henrique Rosa e Samuel da Silva Vaz - Prof. Dr. André Henrique Rosa é Docente no Curso de Engenharia Ambiental da UNESP-Sorocaba; Samuel da Silva Vaz foi aluno do curso de Engenharia Ambiental da UNESP-Sorocaba
6 Comentários
  1. Adriano Belo Horizonte

    O prefeito de BH Márcio Lacerda está querendo mudar o IPTU. Bem que ele podia incentivar as familias que mantem áreas não impermeáveis em seus terrenos. Gostaria de saber a opinião dos autores.

  2. Francisco BH

    Gostaria de enviar-lhes algumas fotos de Baependi onde as ruas tem um pavimento de paralepídedos permeáveis à agua da chuva proximo das sarjetas. Pensando bem porque o asfalto tem que chegar até o meio fio, se há uma faixa que só serve para estacionamento e não para trafego dos veiculos? Porque não incentivar esse tipo de pavimento? Fica a idéia para o portal. Parabéns pela iniciativa!

  3. FOI BOM MAS É MUITO GRADE A PESSOA NAO DÁ PRA FAZER NADA, LETRAS PEQUENA E MUITO GRANDE NAO DÁ, SE EU FOSSE VOCÊS NAO DEIXAVA UM TEXTO ASSIM, TEM QUE DAR UM EXEMPLO

  4. Evillyn

    Achei tedioso encurtam ou resuma essa publicação acho que tem que ser usado coisas (Exemplos) mais comunicativos pra que pessoas mais jovens e não muito interessadas se encantem com o texto não se entediem como eu, obrigado pela ajuda mais no final a conclusão foi pequena demais perto do tamanho do texto de vocês :)

  5. isso e bom mas não e oque estou procurando ate achei legal esse projeto mas não e oque procuro
    :)

  6. Fernando Alan

    Muito bom. Pesquisei na internet sobre alternativas de permeabilização e descobri que algumas cidades usam campos de futebol e espaços gramados rebaixados como áreas de infiltração, achei excelente idéia e que precisa ser replicada, pois não é uma solução praticada no país, já que a regra é escoar a água da chuva e não aproveitá-la.

    Abraço e parabéns pelo texto.

Deixe um comentário