Tamanho da Letra: [A-] [A+]

A amizade

Published by Wesley Pioest in Poetry
data: 13/01/2023

 

amizade
(de Lucio Ferraz)
(para Wesley Pioest)

Amizade boa é assim,
Uma espécie de sensação
Entre o diáfano e o inefável
Que suavemente nos acomete
E não nos deixa esquecer.

Lembro-me do seu pai
E sua doce serenidade
Levando-o pela rua São Geraldo
Daquela pequena Rubim,
Gigantesca em nossa imaginação.

Amizade boa é assim,
Vaga pelas dobras do tempo,
Não envelhece nunca
E na sua senescência
É o que dá sentido à vida.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poetry

Wesley Pioest - Nasceu em Rubim, estudou em Belo Horizonte, passou por Itacarambi, Muriaé e passa atualmente por Gonzaga. Sempre em Minas. Seu vale é o Jequitinhonha, de onde veio e para onde há de voltar dentro em breve, por bem ou por mal. Publicou a Revista “Liberdade”, os livros “Impressões da Aurora”, “Jequitinhonha – Antologia Poética I e II”, “A Fala Irregular” e “Cabrália”. Parceiro inconstante de Rubinho do Vale, Vagner Santos e Romeu Santos em letras para canções.
Comentário
  1. Antonio Angelo

    Rubim é muito mais que um retrato na parede.
    Denominador de amizades, como esta, que Lúcio denomina e celebra!

Deixe um comentário