Arquivo do Autor

Atentai

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 08/07/2019

Nós, os que menos temos é que dividiremos nossas parcas rendas com os que nada têm Nós, os que menos temos é que calejaremos nossas mãos plantando para os que não têm o que comer Nós, os que menos temos é que acolheremos em nossos barracos os que não dispõem de moradia E vós que atulhais de dinheiro suas contas bancárias como se aí estivésseis em segurança que banqueteais à tripa forra desconhecendo a miséri...

Sem surpresa

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 26/06/2019

Não me admiraria Ver ao despertar O sol nascendo a oeste Nem se a lua diáfana Aparecesse sobre os telhados Que riscam o horizonte ao norte O mundo vive na imprevidência Onde os cálculos se avolumam Mas deixam escorrer em seus portões Inesperados fenômenos Eclosão do não previsível A instabilidade da maquinaria Da vida, da natureza Dos átomos, células e astros Que fogem a tudo que a ciência Plenipotenciária entende...

Reféns

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 24/05/2019

Como, se ainda ontem buscavam-se um ao outro? Se se beijavam, se entrelaçavam? Brincadeira, só pode ser o agora dizer: tudo acabado Mas pode ser que um gesto, um descuido À semi-luz se tocarão as epidermes coladas e ei-los de novo enredados na lisérgica rede do prazer Compartilhar este Artigo

Veredicto

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 09/05/2019

Chegando ao burocrata disse-lhe: venho provar que estou vivo Antes, disse-me ele prove que nasceu Voltei no dia seguinte trazendo certidão de nascimento Mas ainda questionou: a identidade, tem mais de dez anos perdeu a validade Alguns dias depois lá estava eu com a minha CI tinindo de nova Ele a pegou, registrou no processo foi logo dizendo: agora, título de eleitor comprovantes de reservista e endereço e declaração de i...

Roleta russa

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 12/04/2019

de tempos em tempos ele a ama de tempos em tempos ela o odeia de tempos em tempos estranha-o de tempos em tempos deseja-a em hamletiano roteiro nunca se acham por inteiro de tempos em tempos a preza de tempos em tempos o despreza de tempos em tempos brigas e contratempos de tempos em tempos de volta os bons ventos é quando se os vê aos bares em apaziguados olhares tomam drinques, elixires em algum leito lado a lado se estira...

Sol ao lado

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 03/04/2019

Aquela foi uma semana cheia de acontecimentos, todos imprevistos. Era então uma criança e só muito tempo depois pude entender o que se passou. Foi uma sucessão de fatos que me deixaram confuso, sem atinar por que e como as coisas estavam se dando. Lembro de ter entrado em um final de tarde no quarto de Lúcia, onde se mantinha reclusa por ordem de meu pai. À penumbra, logo que meus olhos se habituaram, observei que estava...

A outra face

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 19/03/2019

Dizes-me, Sacerdote Oferece a outra face Para que? Se esta mesma face Por várias vezes Foi estapeada? Mas, ainda me repetes É preciso oferecer a outra face Como se fosse neste ato Que me redimisse Dentro de mim há um grito Um basta! Fraco que sou Não revidarei Fraco que sou Talvez até fuja O mais reles, covarde A fugir Mas a outra face Esta Manterei incólume Compartilhar este Artigo

Adventismo

Publicado por Antonio Ângelo
Data da publicação: 25/02/2019

Já fui rei e profeta andei sobre as águas domei povos bravios meu exército invadiu terra de bárbaros hereges mandei à degola. Depois cansei-me virei pastor construí templos onde todos os dias subo ao púlpito pregando minha descrença Compartilhar este Artigo