Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Benício

Publicado por Antonio Ângelo em Poesia
data: 02/03/2022

BenícioQuanta coisa pude aprender com você!
Admirar o por do sol,
Mirar por horas o céu em noites estreladas
A linha, a curva do horizonte.

Ensinou-me ainda
A deliciar-me com aventuras – ou desventuras
Destiladas em um romance
As tessituras de uma sinfonia
Bach – Beethoven – Mozart
A poesia – Drummond
Shakspeare – Byron
E o cinema – Feline – Ford – Bergman
Pintura – basta citar Van Gogh.

Por pouco tempo permaneceu entre nós
Na longa estrada que percorre o sertão
Resolveu-se – alguma divindade resolveu
Que já era o bastante
Que sua missão estava cumprida.

Naquela tarde o esperávamos
Cheios de saudade
Víamos o relógio e não sabíamos
Que restara abatido à beira do asfalto.

Como aprendi com você, meu irmão!
Lembro- me de tudo que apregoava
As artes – o encanto das mulheres
A descrença também no que os homens
São capazes de oferecer uns aos outros.

E se hoje vejo o tempo, a natureza
O silencio que se estende nas madrugadas
O entrelaçar dos sonhos
Misturados à misteriosa existência
É a você que devo, a você
Que soube sentir e – mais que todos
Soube dividir sua sensibilidade.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Ângelo -
12 Comentários
  1. Carlos Luis

    Tocante depoimento poético,onde a dor de uma perda precoce não conseguiu se sobrepor ao reconhecimento do quanto este curto convívio foi capaz de abrir caminhos do viver permeados,sobretudo,pela arte.

  2. Sérgio Mudado

    Sei que o Benício morreu, muito, muito jovem. No entanto, sei que tenho o privilégio de conviver com ele, quase toda minha vida, unido pela amizade que nutro pelo irmão, esse poeta, que também é Ângelo e é luz e ouro.

  3. Parabéns poeta! Cada dia descubro a pessoa inteligente e com muitos dons. Fico orgulhosa por fazer parte de sua família. Abraços. Parabéns, parabéns.

  4. Conheci Benício por um poema. Vi então quão inteiro era a vida de ambos. Ele se foi, pois sua missão estava cumprida. O aprendizado do irmão ficou para nós que nos usufruamos dele .Poeta OBRIGADO.
    .

  5. Valter

    O poeta faz uma bela homenagem,onde demonstra: respeito, admiração,agradecimento, em que nas entre linhas se pode perceber um misto de saudades e resignação .
    Parabéns.

  6. Kátia Nuic

    Pessoas passam por nossas vidas e trazem uma bagagem que levamos junto para sempre! Agradeça aos deuses por ele ter existido em sua vida, quantas coisas importantes lhe entregou! Vive junto de você.

  7. Sirlene Vilela Amaral

    Não conheci Benício mas conheço algumas de suas belas pinturas e muitas histórias de sua convivência com os irmãos. É admirável quanta sabedoria e sensibilidade ele transmitiu pra todos em seu entorno!
    Parabéns Antônio Ângelo pelo lindo poema que nos traz um pouco dos encantos de Benício!

    • Antonio Angelo

      Obrigado a todos pelas palavras!
      Benício nos deixou há 49 anos – aos 26 anos.
      Permanece conosco como fonte permanente de inspiração e referência de vida.

      Ângela, prima e madrinha, que bom vê-la neste espaço!
      A memória do Benício pertence a todos nós! Beijo!

  8. Wesley

    Uma homenagem tocante e necessária, que traz Benício para mais perto, na correnteza dos poemas e da memória do poeta, eternizado em palavras que também são lembranças, a pulsar aqui como na página dos nossos corações.

  9. Gislene

    O poeta faz uma bela homenagem ao irmão.Parabens!

  10. Cláudia

    Antônio Ângelo,
    Bela poesia.
    Inspiração que só um grande pode nos dar.
    Queria ter convivido com ele. Me lembro apenas do quadro com a fotografia dele na copa da Tia Nair.
    Abraços.

  11. Antonio Angelo

    Pois é, Cláudia.
    Impressiona o quanto o Benício teve curta a vida e – mesmo assim – conseguiu semear tanta coisa boa.
    E cá estamos a usufruir desses frutos por tempo indefinido.
    Abraço.

Deixe um comentário