Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Belo Horizonte, 120 anos, alguns fatos

Publicado por Sebastião Verly em Datas Especiais
data: 22/12/2021

Belo Horizonte, 120 anos, alguns fatos
A história de Belo Horizonte começa em 1701 com a fundação do Arraial chamado Curral del Rei. Em 1897, quando veio a se tornar capital de Minas Gerais, passou a ser chamada Cidade de Minas. Foi nomeada Belo Horizonte somente em 1901. Em 1890 a população do ARRAIAL DE BELO HORIZONTE era formada por italianos, portugueses, espanhóis, sírios, alemães, holandeses, franceses, austríacos, belgas e brasileiros que vieram trabalhar em diferentes atividades na construção da cidade. Em 1893 o engenheiro e urbanista Aarão Reis entrega ao então presidente da República, Afonso Pena, um relatório geral sobre a construção da nova capital. O projeto coloca como possibilidade a abertura da Avenida do Contorno. As casas do Bairro Funcionários foram erguidas levando-se em consideração a hierarquia dos funcionários públicos estaduais.

Em 26/9/1897 foi inaugurado o Parque Municipal, O ‘PULMÃO’ DE BELO HORIZONTE, no centrinho da cidade. Em área de 182 mil m2 de extensa vegetação, hoje abriga o Teatro Francisco Nunes, o Orquidário, parque de diversões e Palácio das Artes. Em 12 de dezembro 1897 é instituída a Cidade de Minas, que em 1901 passou a se chamar Belo Horizonte. A planta original colocava a Afonso Pena como o corredor mais largo da capital. Em 1897 é inaugurado o PALÁCIO DO GOVERNO, o Palácio da Liberdade, sede do governo de Minas Gerais até recentemente. Em 1898, ano seguinte à inauguração da capital de Minas, uma comissão formada por médicos e engenheiros propôs e aprovou, junto à Prefeitura de Belo Horizonte, o local mais apropriado à edificação da SANTA CASA de Misericórdia.

Em 21/8/1898 é inaugurada a ESTAÇÃO FERROVIÁRIA de Minas. Em 1920, ela foi demolida para dar lugar ao atual prédio da Estação Central, inaugurado em 1922. Em 1902 é instalada a primeira linha de BONDE da capital, cujo abrigo central em forma de arcos existe até hoje na Avenida Afonso Pena esquina com a Rua da Bahia, no dia 7 de setembro. Em 1902 é iniciada a construção da IGREJA SÃO JOSÉ entre as ruas Tamoios e Espírito santo, concluída em 1910. Em 1905 é concluída a instalação dos JARDINS DA LIBERDADE. A praça foi projetada com inspiração nos jardins do Palácio de Versalhes, na França. Hoje são belos jardins, a Alameda das Palmeiras, chafarizes e o coreto. Foi escolhida como uma das 10 mais belas do mundo em um concurso internacional.

Em 1923 é inaugurada a Igreja da Boa Viagem, no bairro Funcionários que abriga um conjunto arquitetônico em estilo neogótico e tem valor histórico, artístico e cultural. Em 1924 a Praça Sete de Setembro recebe o obelisco popularmente conhecido como “Pirulito doado pela cidade de Betim”. Em 1963, o “pirulito” foi deslocado para a Praça Diogo de Vasconcelos, popularmente conhecida como Praça da Savassi, mas não se adaptou e voltou à Praça Sete em 1980. Em 7/7/1927 é criada a UNIVERSIDADE DE MINAS GERAIS, UMG. Federalizada posteriormente, transformou-se em Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG. Em 1929 é inaugurado o Viaduto Santa Tereza, para ligar os bairros Floresta e Santa Tereza ao Centro. Tombado como Patrimônio Cultural na década de 1990, integra o Conjunto Arquitetônico da Praça da Estação.

Em 7/7/1929 é criado o Mercado Central, pelo então prefeito Cristiano Machado, no terreno que abrigava o campo do América Futebol Clube. Atualmente, o mercado tem mais de 400 lojas e se tornou um dos pontos turísticos mais charmosos da cidade. Em 1933 o Aeroporto da Pampulha iniciou as atividades para atender aos voos do Correio Aéreo Militar, instalado em uma área de 2 milhões de metros quadrados. Em 1935-1936 é construído o prédio da Prefeitura de Belo Horizonte.

Em 1936 é inaugurada a Praça Raul Soares, inspirada nos jardins europeus, marcando o centro exato de Belo Horizonte dentro dos limites da Avenida do Contorno. O piso em mosaico português com motivo marajoara é o único da cidade e sua fonte luminosa já foi um grande atrativo turístico. Nas décadas de 50 e 60 era também um recôndito da vida noturna. Em 1937 é inaugurada a Praça de Santa Tereza, atual Praça Duque de Caxias, ponto de referência para a cidade, sendo palco de eventos culturais e de lazer.

Em 1938 Idealizada pelo prefeito Juscelino Kubitschek, é inaugurada a Lagoa da Pampulha, pelo represamento dos córregos Ressaca e Sarandi, com o objetivo de se tornar um lugar de lazer para a população da capital. Em 1939 é inaugurada a Padaria e Confeitaria Savassi na Praça Diogo de Vasconcelos, que acabou dando nome à região, que inclui a Praça Tiradentes, na esquina das avenidas Brasil e Afonso Pena, até a Praça da Liberdade, a parte alta da Rua da Bahia, a avenida do Contorno até a Praça Milton Campos. Em 1941 é inaugurada a primeira Estação Rodoviária do Brasil. Sabiam?

Em 1943 é inaugurado o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, composto pelo Cassino, hoje Museu de Arte da Pampulha, a Igreja de São Francisco de Assis, o Iate Tênis Clube e a Casa do Baile, projetados pelo arquiteto Oscar Niemeyer, complementada pelos murais de Di Cavalcanti e idealizado pelo prefeito Juscelino Kubitschek. É considerado o primeiro ensaio arquitetônico de Oscar Niemeyer em concreto aparente e vidro, é reconhecido mundialmente como o berço da arquitetura moderna e se tornou o cartão postal de BH.

Em 1944 é inaugurado o Aeroporto Carlos Prates, dedicado à formação de pilotos, aviação desportiva, instrução, construção de aeronaves, aviação de pequeno porte e aviação de helicópteros. Em 1950, por ocasião da Copa do Mundo realizada no Brasil, é inaugurado o Estádio Raimundo Sampaio, mais conhecido como Estádio Independência. Foi ali disputada a partida Inglaterra x Estados Unidos, sendo a Inglaterra uma das favoritas para o troféu, e os EUA representados por um time amador. O goleiro americano Frank Borghi fechou o gol, e num dos raros ataques os EUA marcaram seu gol. Foi considerada uma das maiores zebras do futebol mundial e BH virou noticia mundial. O tema virou filme, “The Game of their lives” ou “Duelo de Campeões”. https://www.youtube.com/watch?v=ayKdt2AB9Wg.

Em 1952 iniciou-se o Conjunto Kubitschek, no bairro Santo Agostinho, projetado por Oscar Niemeyer. O objetivo de JK era “atenuar a crise de moradias que afetava a classe média, proporcionando habitações de alto padrão a custos muito baixos”. A obra foi concluída somente em 1970. Em 1954 foi construído o famoso Edifício Niemeyer que fica na Praça da Liberdade. Niemeyer se inspirou nas montanhas mineiras para fazer as curvas do edifício. Graças à arte barroca e ao ilusionismo, pelo uso dos quebra-sóis em concreto, tem-se a impressão que o prédio tem mais de 15 andares, quando na verdade possui oito.

Em 1957 é construído o Conjunto Arcângelo Maletta, local tradicional de encontro de escritores, boêmios, artistas e intelectuais. O edifício, residencial e comercial, foi construído onde ficava o prédio histórico do Grande Hotel. Nos pilotis se encontram restaurantes e bares tradicionais da capital, além de livrarias e sebos. A Cantina do Lucas, tombada pelo Patrimônio Histórico-Cultural, é um dos destaques, antes da edição do AI 5 que iniciou a fase mais cruel da ditadura militar, era considerado o ponto de encontro da Esquerda Festiva. Esses militantes “radicais” eram reconhecidos depois de pedir um Cuba Libre e um filé à cubana.

Em 1958, veio o Anel Rodoviário, com 27 km de extensão entre os bairros Olhos D’Água e Goiânia, criado para desafogar o trânsito que passava pelo Centro, interligando o tráfego das BRs 040, 381 e 262. Em 5/9/1965 é inaugurado o Mineirão, que veio a ser um marco de elevação da qualidade do futebol mineiro nos panoramas nacional e internacional. Em 1969, idealizada por um grupo de artistas mineiros e críticos de arte, a FEIRA HIPPIE, inicialmente na Praça da Liberdade. Em 1973 a Feira Hippie e outras feiras de artesanato espalhadas pela cidade foram reunidas e transferidas para a Avenida Afonso Pena. Em 1970 é construído o Palácio das Artes, administrado pela Fundação Clóvis Salgado.

Em 1980 é inaugurado o Estádio Jornalista Felipe Drummond, conhecido popularmente como Mineirinho, que torna-se palco de competições esportivas e eventos como formaturas, shows e também religiosos. Em 1º/7/1980 o Papa João Paulo II chega em visita à capital mineira. Milhares de fiéis vão à “Praça do Papa”, que ganhou este nome depois da visita. “Olhando para vocês, vi um belo horizonte”, disse o pontífice. Em 4/3/2010 é inaugurada a Cidade Administrativa que abriga a sede do governo do estado. Última grande obra de Niemeyer. O Palácio Tiradentes, nova sede do governo mineiro, foi feito em concreto suspenso em vão livre de 174 metros, acreditando-se que esteja no limite técnico para essa estrutura, para tornar-se um recorde imbatível.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Datas Especiais

Sebastião Verly - Sociólogo, Cronista, residente em Belo Horizonte - MG.
Comentário
  1. Olá Sebastião Verly,
    Sou fã de caminhadas e amo BH. Pensando em unir as duas coisas, em 2015 criei um blog onde relato minhas caminhadas pelas ruas da cidade. Nos relatos, procuro registrar o que vejo de interessante pelo caminho e minhas lembranças ao longo dos meus quase 70 anos de convivência com a cidade.
    Acredito que o que faço tem muito a ver com o seu trabalho e gostaria de lhe apresentar um dos últimos artigos que publiquei.
    Grande abraço!
    https://caminhada.org/2021/08/28/sabado-na-savassi/

Deixe uma resposta para José Walker