Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Despertando en Otro Sueño

Publicado por Editor en Castaneda y Don Juan
data: 23/08/2012

 

Se llega a la segunda compuerta del ensueño cuando uno se despierta de un sueño en otro sueño. Uno puede tener tantos sueños como se quiera, o tantos como uno sea capaz de tenerlos, pero se debe ejercitar un control adecuado y no despertar en el mundo que conocemos.

No quise decir que nunca se debe despertar en ese mundo, pero ahora que lo mencionas, debo hacerte una confesión. Los brujos de la antigüedad solían hacer eso: no se despertaban en el mundo que conocemos. Algunos de los brujos de mi línea también lo hicieron, pero yo no lo recomiendo. Lo que quiero es que te despiertes con toda naturalidad cuando hayas terminado de ensoñar; pero mientras estés ensoñando, quiero que sueñes que te despiertas en otro sueño. Ese control no es tan diferente al control que uno tiene en la vida diaria.

Hay un problema con la segunda compuerta. Es un problema que puede ser serio, de acuerdo al carácter de uno. Si tenemos la tendencia de aferrarnos de las cosas o de las situaciones, estamos fritos. Considera esto por un instante. Has experimentado ya el exótico placer de examinar el contenido de tus sueños. Imagínate la dicha que será ir de sueño en sueño, observando todo, examinando cada detalle. Es muy fácil transformar eso en un vicio y hundirse en profundidades mortales. Especialmente si uno tiene la tendencia de darse a los vicios.

Sí fuera una situación de sueño natural, o sea, normal, el cuerpo le pondría un punto final a eso. Pero esta no es una situación normal. Esto es ensoñar. Un ensoñador llega a su cuerpo energético al cruzar la primera compuerta. De ahí en adelante, ya no es algo conocido lo que atraviesa la segunda compuerta. Es el cuerpo energético quien va saltando de sueño en sueño.

La implicación de todo eso es que al cruzar la segunda compuerta se debe intentar un mayor y más serio control de la atención de ensueño: la única válvula de seguridad para los ensoñadores.

Averiguarás por cuenta propia que el verdadero propósito del ensueño es perfeccionar el cuerpo energético. Entre otras cosas, un perfecto cuerpo energético controla tan buenamente la atención de ensueño que la hace parar cuando es necesario. Esta es la válvula de escape de los ensoñadores. No importa cuán tarados sean, en un momento dado, su atención de ensueño los hace salir.

Siguiendo los exploradores

Has llegado a la segunda compuerta del ensueño. Lo que ahora te queda por hacer es cruzarla. Y eso es un asunto muy serio; requiere gran esfuerzo y disciplina.

Hay propiamente dos maneras de cruzar la segunda compuerta del ensueño. Una es despertarse en otro sueño; es decir, soñar que uno está soñando y luego soñar que uno se despierta de ese sueño. La otra alternativa es usar los objetos de un sueño para provocar otro sueño.

Ya has entendido que las compuertas del ensueño son obstáculos específicos, pero lo que no has comprendido todavía es que el ejercicio para alcanzar y cruzar una compuerta no es realmente lo que permite alcanzar y cruzar dicha compuerta.

Lo que quiero decir es que no es verdad afirmar, por ejemplo, que la segunda compuerta se alcanza y se cruza cuando el ensoñador aprende a despertarse en otro sueño, o cuando el ensoñador aprende a cambiar de ensueños sin despertarse en el mundo de la vida diaria. La segunda compuerta del ensueño no se alcanza ni se cruza, hasta que el ensoñador aprende a aislar y a seguir a los exploradores.

Despertarse en otro sueño, o cambiar de sueños, es el procedimiento que los brujos antiguos idearon para ejercitar la capacidad del ensoñador de aislar y seguir a un explorador.

Acuérdate que el reino de los seres inorgánicos era el terreno de los brujos antiguos. Para llegar ahí, tuvieron que fijar tenazmente su atención de ensueño en los objetos de sus sueños. De esa manera, eran capaces de aislar a los exploradores. Y una vez que tenían a los exploradores enfocados, gritaban su intento de seguirlos. En el instante en que los brujos antiguos manifestaban en voz alta su intento, una fuerza incontenible los jalaba.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Castaneda y Don Juan

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
17 Comentários
  1. Daniel A. Rivera

    buenos dias.. me llama mucho la atencion esta forma tas explicita de los ensoñadores que realizaste..

    ahora bien, ase unos dias experimente 3 sueños dentro de uno y como bien mencionaste, no es conveniente soñar nuestra realidad ya que se perturbara la misma.

    el boton de salida fue la migraña que padezco.
    al momento de incurrir de un sueño a otro, es algo indescriptible y uno de ellos fue mi realidad, al borde de cuando desperte de ello, no supe distinguir el sueño mismo..

    te soy sincero, fue muy temeroso por que el solo echo de vivir y no saber si es un sueño, no es facil de dijerir..

    saludos..

  2. lucas

    Sonhei que vi algo em sonho e sonhei que estava na realidade acordei e contei o sonho e aconteceu depois sonhei que contei o sonho e desmaiei achando que era real e foi o sonho dentro do sonho e pedia ajuda quando vai era sonho tbm acordei, três sonhos seguidos de duas realidades e um sonho imaginário dois com cenários reais se casam com pessoas e lugar que é muito nítido como se estivesse acordado MT estranho

    • graça de

      Eu sonhei.que acordava aí via que não. Era real depois sonhei que acordava e vi que não. Era real depois sonhei de novo no mesmo lugar com as mesma pessoas e eu comecei a entra em pânico e começava a me morde e não sentia a mordida depois fechei os olhos e acordei com muita dor no peito e preocupada se era sonho ou realidade.
      Nunca sonhei assim
      É no meu sonho sonhei com uma pessoa que nem falo com ela mais estranho ainda.
      Ela no sonho não falava comigo e eu fiquei muito chateada.

    • luane

      eu também tive esse sonho, era tudo muito real parecia real pelo menos, era minha casa minha família como todos os dias de manhã um cliente bateu na porta como acontece normal eu fui para o meu quarto sentei na cama fui trocar de roupa para atender essa pessoa antes pedi para ela esperar tipo um (já vou!!) e de repente senti um sono muito grande e desmaiei e depois acordei de novo perguntei da pessoa, para meu avô ele disse que tinha ido embora eu pedi descrição ele me falou eu fiquei meio desesperada me disse detalhes que a pessoa ficou esperando e coisas e tal e depois desmaiei de novo e acordei de novo até eu acordar de verdade demorou, eu fiquei muito perdida no sonho e o engraçado é que eu comi um arroz doce e tinha um gosto muito bom como se fosse realmente real, sei lá ter esses sonhos nos da a sensação de estar em um labirinto….

      • zenildo

        tive um sonho parecido,mas no meu sonho eu sabia que nao era real e isso se repetiu por varios sonhos em lugares diferentes com as mesmas pesoa,e eu comecei a entrar em panico. e ate agora nao consigo entender nada do que sonhei.

    • Yara

      Tive a mesma sensação, acordei de 4 sonhos até chegar a acordar realmente! Foi terrível e senti que não tinha controle nenhum, nunca tinha sido assim

  3. Laura Antoni

    Sonhei com 5 crianças, sendo que uma estava doente, prestei a atenção na criança doente… e deste sonho em outro sonho, ainda sonhando eu contei pra minha mãe das crianças e ela disse que a criança que eu vi estava dentro de mim, e que seria uma criança doente…. To apavorda

  4. Elisete

    Sonhei que dormia em sonho e acordei no sonho e vi uma infestação de baratas e tentei matalas com exprei.

  5. Rocha

    Tive um sonho dentro de um sonho e ao perceber isso eu tentava acordar e voltar a realidade, Mas não conseguia obter sucesso. Após muitas tentativas eu consegui sair do segundo sonho, achando que tinha acordado e estava na vida real, mas não estava e isso me fez uma confusão extremamente grande. Depois de um bom tempo eu consegui realmente acordar e acordei com a cabeça doendo muito. Foi a primeira vez que aconteceu isso é ultimamente continua acontecendo. Parece que isso já se tornou um pesadelo pra mim.

  6. Anônima

    Eu fui dormir no sofá da casa da minha avó, e eu sonhei que acordava do sonho (eu tava tendo um sonho, mas ele não é importante e eu nem me lembro bem), quando eu “acordava” ainda estava na casa da minha avó, e eu estava no sofá, eu andava pela casa e do nada eu “acordava” denovo e andava pela casa e em uma dessas minhas “acordadas” sempre alguma coisa diferente acontecia, por exemplo, eu acordei e fui andando entrei na cozinha e minha vó tava fritando peixe, sendo que o peixe já tava da cor do carvão (essa parte do sonho aconteceu), mas eu não sei porque eu não conseguia sair desse sonho, eu tava presa, sempre “acordando” e andado pela casa da minha vó e isso se repetiu várias vezes.

  7. Anônimo

    Hoje aconteceu algo parecido comigo, dormi na cama da minha irmã em uma certa posição… “acordei” e todas as cores pareciam meio desbotadas, o ar pesado. Sai do quarto e vi a minha mãe, que está viajando há 2 semanas. Quando fui até ela, despertei na cama da minha irmã novamente, na mesma posição. Sai do quarto novamente e fui em direção ao banheiro, comecei a me arrumar para trabalhar e quando cheguei à garagem, meu carro havia sumido. Acordei novamente na cama dela, na mesma posição… ao descer da cama, derrubei meu celular e havia quebrado a tela, quando me abaixei para pegar, acordei novamente, na mesma posição.
    Depois desse último sonho, eu me senti meio acordado de verdade, peguei o celular e mandei um áudio para minha irmã, falando que eu não sabia se estava gravando mesmo, se estava acordado ou ainda dormindo e pedindo pra que ela me ligasse para ter certeza… Quando me dei conta, já estava acordando de novo, na mesma posição.
    Nesse último sonho, eu já estava mais lúcido, sabia que estava dormindo, mas não conseguia despertar completamente… estava tudo mais escuro, difícil de respirar. Foi quando pensei em dar um impulso pra despertar.
    Fui até as escadas e me joguei.
    Eu realmente acordei, mas não por ter me jogado das escadas e sim com o meu cachorro me empurrando com as duas patas da frente, como uma pessoa tentando chamar a atenção de outra.
    Ele tem 8 anos e dorme comigo praticamente TODOS os dias, mas NUNCA fez isso.
    Depois disso chequei o celular e haviam 12 ligações perdidas da minha irmã. Eu realmente gravei o áudio, mas não conseguia me recordar do que exatamente eu havia falado nele.
    Depois disso passei cerca de 2 horas andando pela casa, me perguntando se ainda estava dormindo ou não.

  8. Lidya F.

    Eu ja acordei 7 vezes dentro dos sonhos, e cada vez era como se fosse a minha vida do dia a dia, quando percebia algo que nao era real, eu me forçava a acordar, na ultima vez eu me vi deitada, acordei suada e respirando pesado. E como eu acordei la pras 4 da manhã, eu estava com medo de voltar a dormir e não acprdar mais.

    • João

      São 1:30 da madrugada e não tenho mais coragem de dormir.
      Toda vez que pego no sono me desespero e fico tentando acordar, mas antes de acordar de verdade fico indo para outros sonhos, confuso sem saber se estou mesmo acordado ou sonhando. Ainda não tenho 100 por cento de certeza se estou mesmo acordado. É horrível…

  9. RAFAELLA

    Eu tive um sonho com cinco camadas diferentes, cinco sonhos dentro de sonho. Então abri o olho na quinta camada e só 1 olho abriu no aqui agora mas não conseguia me mexer. Então fechei os olhos e busquei acordar em todas as camadas para despertar aqui e deu certo, senão estaria até agora na segunda camada de sonho. Foi muito louco e a sensação é que eu já estive nas últimas camadas antes.

  10. Nataly

    Então hoje acordei chorando de desespero sonhei que ia atravesar a rua com a minha mãe quando saímos correndo parecia que tinha ficado paralisada na rua eu corria, mas nós mexiamos do lugar, do nada um carro bateu na minha mãe jogou ela longe foi ai q consegui correr comecei a gritar chorar mas parecia q mais não dava pra ouvir o grito, o barulho então Eu gritava gritava, mas acho q pra tentar me acordar, ai vi uma mulher atirar no meio do meu abdômen. Aí eu acordei, eu via q estava deitada na mesma posição q estava dormindo. Eu achei q tinha acordado mas não conseguia me mexer e era como se ainda dentro desse sonho eu estive sonhando com o acidente ai eu gritei deitada na cama, gritei q eu senti minha garganta se esforçando ao maximo gritando e chamando minha mãe foi ai quando senti como se tivesse feito barulho e acordei de verdade pra realidade mesmo, acordei chorando foi muito desesperador mas parecia q passava de uma etapa pra outra tentando me tirar do pior sonho pra ir me fazendo acordar como se estivesse atravessado barreiras e sonho sei lá

Deixe um comentário