Tamanho da Letra: [A-] [A+]

São João era natal

Published by Wesley Pioest in Poetry
data: 24/06/2020

São João era natal

Foto: Militão dos Santos

lá vai o balão

cai cai balão

tinha traque

a explosão

a fogueira

brincadeira

a bombinha

de salão

o foguete

as chuvinhas

coloridas

um clarão

repentino

lamparinas

estreladas

vão-se os fogos

de artifício

rebuliço

diversão

tem leitoa

tem sanfona

noite fria

tem quentão

céu se acende

e o meu pai

já me leva

pela mão

noite escura

antigamente

tudo esplende

soltam bombas

relampeia

dentro em

cada coração

uma festa

rua cheia

lá vai o balão

cai cai balão

e a quadrilha

mais que brilha

é natal

no meu sertão

era lindo

o são joão

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poetry

Wesley Pioest - Nasceu em Rubim, estudou em Belo Horizonte, passou por Itacarambi, Muriaé e passa atualmente por Gonzaga. Sempre em Minas. Seu vale é o Jequitinhonha, de onde veio e para onde há de voltar dentro em breve, por bem ou por mal. Publicou a Revista “Liberdade”, os livros “Impressões da Aurora”, “Jequitinhonha – Antologia Poética I e II”, “A Fala Irregular” e “Cabrália”. Parceiro inconstante de Rubinho do Vale, Vagner Santos e Romeu Santos em letras para canções.
Deixe um comentário