Arquivo do Autor

Dia dos avós e dia fora do tempo – parte II

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 26/07/2022

Os Maias tiveram uma ampla gama de conhecimentos desenvolvidos no interior de sua cultura, bastante avançada em estudos matemáticos. Foram eles, por exemplo, que desenvolveram as casas decimais e o valor zero. Eles utilizavam um sistema de contagem numérico baseado em unidades vigesimais e, assim como os olmecas, utilizavam do número “zero” na execução de operações matemáticas. Essa civilização antiga escreveu s...

Dia dos Avós e Dia fora do tempo – parte I

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 25/07/2022

Hoje, dia 26 de julho, nosso calendário registra pelo menos dois assuntos significativos. O primeiro se refere à data para celebrar o Dia dos Avós. A partir de 1978 a Igreja Católica determinou 26 de julho como o dia unificado para celebrar a homenagem aos avós. O segundo remete-nos à informação de que a Civilização Maia, em seu calendário anual, estabeleceu o dia 26 de julho como o 1º dia do ano, o Ano Novo maia. ...

Festas Juninas

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 06/06/2022

A festa junina é uma dessas doces lembranças de minha infância. Na cidade de Pompéu, onde vivi até a adolescência, ainda não havia a dança da quadrilha, e só mais tarde agregaram-se as roupas dos falsos “caipiras”, as chitas bem regateiras para as moças e as calças remendadas e chapéus de palha esgarçado para os rapazes.  A festa começava cedo permitindo a presença de crianças e jovens que se encantavam co...

Costumes antigos

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 05/05/2022

Despertar cedo, às 6 horas em média, uma oração e um nome do pai. Arrumava-se a própria cama, com o cobre-leito ou colcha e colocava a roupa de dormir sob o travesseiro. Aos domingos, levantava-se um pouco mais tarde a tempo de ir à missa das 10. Quem trabalhava fora, aprontava-se logo para chegar no horário. As mulheres usavam perfumes suaves, o batom e às vezes, um rouge para dar um colorido no rosto. Chegou um tempo...

Folia de Reis

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 06/01/2022

Folia de Reis é um festejo de origem portuguesa ligado às comemorações do culto católico do Natal, trazido para o Brasil ainda nos primórdios da formação da identidade cultural brasileira, e que ainda hoje se mantém vivo nas manifestações folclóricas de muitas regiões do país. As variações são muitas, diferentes até mesmo numa única localidade. É uma das festas mais animadas que mistura folclore, cultura e ...

Belo Horizonte, 120 anos, alguns fatos

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 22/12/2021

A história de Belo Horizonte começa em 1701 com a fundação do Arraial chamado Curral del Rei. Em 1897, quando veio a se tornar capital de Minas Gerais, passou a ser chamada Cidade de Minas. Foi nomeada Belo Horizonte somente em 1901. Em 1890 a população do ARRAIAL DE BELO HORIZONTE era formada por italianos, portugueses, espanhóis, sírios, alemães, holandeses, franceses, austríacos, belgas e brasileiros que vieram tr...

Dia de Santa Luzia, como vejo o mundo

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 13/12/2021

Dia 13 de dezembro é o consagrado a Santa Luzia pela Igreja Católica. Atribui-se a ela o cuidado com os nossos olhos. Há um mês visitei o Dr. Rubens meu oftalmologista e ele me disse que minha visão está excelente. Em gratidão a esta conclusão, eu hoje fiz questão de ver a beleza da vida. Despertei antes das seis, abri a janela e vi o primeiro clarão do sol, no céu azul a brilhar como se fosse só para mim. Aprovei ...

Quito do Baía

Publicado por Sebastião Verly
Data da publicação: 17/06/2021

Quito do Baía é como era conhecido. Um dia passamos a trabalhar juntos no posto de gasolina na saída da cidade. Era um filósofo. Conversava com as pessoas com um ar de superioridade, ou melhor, de igualdade. Ao mesmo tempo era uma pessoa de extrema simplicidade. Tinha uma visão superior do mundo e se julgava professor de vida com explicações que pareciam irônicas ou de um deslavado cinismo. Mesmo com pouco tempo de con...