Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Senectus

Publicado por Antonio Ângelo em Poesia
data: 24/01/2018

senectus

Cabelos brancos, escassos
rugas, pele manchada
presbiopia ou catarata?
dentes amarelados
dores ósseas, articulares
sono irregular
palpitações e dores no peito
que bom prenúncio não são

Como aconselhou Bandeira
seria o caso de se tocar um tango argentino
ou melhor seria – como pontuou Pagodinho
em tempos recentes -
deixar a vida nos levar?

De minha parte, opto por um chorinho rasgado
sem ficar olhando muito pela janela
através da qual se avista ao largo
vinda de não sei onde
a velha senhora de olhos transparentes
a tocar indefinidamente o mesmo refrão
no gemido choroso de um realejo

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Ângelo -
Comentário
  1. wesley

    Aprendo com o mestre. Doravante, olharei menos pela janela. O mundo lá fora está fora de ritmo. Oremos ao cálice. E aos poetas, para que iluminem a escuridão.

Deixe um comentário