Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Comentários dos Leitores 2ª quinzena Janeiro 2013

Publicado por Editor em Espaço do Leitor
data: 04/02/2013

Marina em “Comentários dos Leitores – 2ª Quinzena Maio 2012”

Olá! tudo bem? Entrei neste site porque coloquei no google “Artmatic” e apareceu esta página. Estou sempre à procura deste perfume da mocidade de minha mãe e também uma parte de minha adolescência que me marcou muito, mas nunca mais consegui encontrar. Sou Brasileira e moro no Rio de Janeiro.

Se você sabe onde encontrá-lo, pode me informar por favor? Muito obrigada e um grande abraço! Sucesso!

————————-

Dos editores em resposta a Marina

Marina, veja esse link, no final há comentários esclarecedores sobre sua dúvida, parece que a fábrica fechou em 1997. Obrigado pela visita e

Um abraço.

http://www.ohbuenosaires.com/weblog/perfumerias-em-buenos-aires

————————–

Rafael em “Obrigado Igreja!”

Gostaria de saber, mais informações sobre o Padre Luigi Gusmerolli que fazia parte da congregação dos betharramitas…Sei que já está falecido, mas gostaria de saber sobre ele e a sede geral da congregação! Desde já obrigado

——————-

De Antonio Carlos Santini, autor em resposta a Rafael

Alô Rafael, Paz e bem!

Padre Luís Gusmeroli foi meu diretor em 1957/1958. Pelo que sei, voltou para a Itália no final dos anos 60, pois faltavam padres betarramitas na Itália. Tinha a saúde muito frágil. A casa mãe fica em Bétharram, a 15km de Lourdes, nos Pirineus. Sugiro contato com a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, Nova Granada, BH, com Pe. Antonio Scarpa.

——————-

Rita de Cassia em “Embalagens e Recipientes – parte 1 – Bambu, Palha e Capim”

Excelente matéria.Parabéns!

————————–

Sebastião Verly, autor em resposta a Rita de Cássia

Fico feliz quando alguem lê um dos meus escritos. Passo horas em pesquisa e outras em elaborar o texto para que sirva para alguém.

Muito obrigado ainda mais, pelo elogio.

————————-

Edméia Faria em “Mário Quintana – frases II”

Ah! A eterna poesia!

Os poemas de Quintana, os versos de Quintana…

a magia…

A vida em versos. Assim são os poemas de Quintana.

—————————-

Sania Campos em “Sá Rita Doida, um tipo popular”

Que peleja! Vou compartilhar com meus colegas professores. Que bom sua participação no portal metro. Um abraço! Sânia

———————–

Edméia Faria, autora, em resposta a Sania

Bom estar com vocês no portal metro.

Compartilhe com seus colegas professores, sim, Sânia. Não sabemos que peleja levou a Sá Rita à alienação. A peleja do professor nessa atualidade, conhecemos todos. Vamos dar as mãos, para não acabarmos sozinhos, de costas pro santo nas procissões.

Um abraço!

Edméia

———————–

Sania Campos em “Minha cidade”

Lindo! Simples e de uma sensiblidade rara. Lembrei de um verso da Adélia Prado: “Minha mãe cozinhava exatamente: arroz, feijão-roxinho e molho de batatinhas. Mas cantava”.

———————

De Claudio Bento, autor, em resposta a Sânia

Sania, obrigado pelo belíssimo comentário. Aquele que sabe sentir, sensibilizar-se com a poesia, é também poeta. Este poema será publicado no meu próximo livro intitulado O Menino A Canoa E O Rio..

——————————

Erzi em “Roberto Dimatthus, Artesão”

Gostaria de saber se o Roberto ensina o ofício de se fazer uma viola caipira, pois é uma arte que tenho muita vontade de aprender e não encontrei em Belo Horizonte alguém que nos desse unas dicas. Moro próximo a Venda Nova e não é muito longe de Justinópolis.

Um abraço e fique com Deus.

—————————–

Dos editores em resposta a Erzi.

Prezada Erzi, obrigado pelo comentário.

O telefone do Roberto está no final da entrevista,

Você pode falar diretamente com ele.

Um abraço

————————–

Erzi em resposta a editores

Obrigado pela atenção.

————————-

Maria Elvira Elias em “O Circo da minha infância”

Em resposta a Sebastião Verly.

Sebastião

O titio Antero está em visita aqui em casa e riu muito de você comentar sobre os “passeios” com sua irmã e sobrinha. Segundo ele (não sei de nada) eles iam nadar na represa e que se lembra delas. Ele hoje está com 72 anos, mas com muita saúde, graças a Deus. Está pedindo para lhe dizer que é avô de 2 meninas, das quais é “coruja”.

Ele e a titia Priscila moram em Pitangui, onde o circo parou por causa que a titia Zélia e Vovó Elvira estavam muito doentes. Então, ele desanimou de tocar o circo sozinho, já que a última geração de Elias não queriam continuar com o circo.

O titio Zair mora em Pará de MInas, já reformado da polícia.

Eu moro com meu irmão caçula em Contagem, onde me estabeleci e aposentei.

Você me deu vontade de levantar a história do circo e das fotos antigas e colocar na internet. Eu fiquei tão saudosa, que chorei, pois viajei com o circo por 9 anos.

Ah! Quanto a irmã Elias que não conversava com o Delmário, era a titia Priscila.

Um abraço.

——————–

Marcos Leonel em “Mahatma Gandhi – frases – parte 4”

O comércio, setor de serviços pode tirar neste texto, suas missões:

Um Cliente é o mais importante visitante das nossas instalações. Ele não depende de nós, nós é que dependemos dele. Não é uma interrupção no nosso trabalho, é a finalidade deste. Não é um estranho no nosso negócio, faz parte dele. Ao servi-lo, não estamos a fazer-lhe um favor, é ele que nos faz um favor ao dar-nos uma oportunidade para o servirmos.

——————

Marcos Leonel em “Acumular! Acumular! Eis Moisés e os profetas!”

Parabéns, Tarzan Leão pelo texto realista.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Espaço do Leitor

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Comentário
  1. muito bom parabéns

Deixe um comentário