Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Da Perspectiva Inversa

Publicado por Wesley Pioest em Poesia
data: 29/11/2010

Da Perspectiva Inversa

o homem se aproxima da janela

(a paisagem o vê) nele desenha

na pálpebra um leve sobressalto

um riso que era longa sinfonia

tocada em condensada partitura

o homem se distrai em procurar

história de amor nos transeuntes

quanto a paisagem nele mimetiza

as tintas tanto mais exuberantes

em troca dessa luz do seu olhar

o homem se afasta da moldura

dos vastos edifícios no entorno

e volta a se enquadrar fora de si

(a vida por instantes o perdeu)

em troca da paisagem inercial

o homem se aproxima da janela

de vidro que absorve a solidão

o existir conforme apreendido

pela paisagem foto tela quadro

às quinze para onze da manhã

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Wesley Pioest - Nasceu em Rubim, estudou em Belo Horizonte, passou por Itacarambi, Muriaé e passa atualmente por Gonzaga. Sempre em Minas. Seu vale é o Jequitinhonha, de onde veio e para onde há de voltar dentro em breve, por bem ou por mal. Publicou a Revista “Liberdade”, os livros “Impressões da Aurora”, “Jequitinhonha – Antologia Poética I e II”, “A Fala Irregular” e “Cabrália”. Parceiro inconstante de Rubinho do Vale, Vagner Santos e Romeu Santos em letras para canções.
Deixe um comentário