Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Tau Brasil faz cantoria com casa cheia

Publicado por Editor em Música
data: 09/06/2009

ss102342

Na última sexta-feira dia 5 de junho os aficcionados da cantoria puderam assistir à apresentação do espetáculo “Clariô, Tau Brasil Canta Elomar” no Teatro da Biblioteca Pública em Belo Horizonte, com a participação de André Siqueira, violonista e flautista de Londrina, Paraná, direção cênica de João das Neves e produção Picuá Produções sob responsabilidade de Nilce Gomes e Vanessa Duarte. A partir do sucesso de público em BH o projeto deverá ser levado a outras cidades de Minas e do Brasil.

Tau Brasil é natural de Fronteira dos Vales, que como o nome sugere está na fronteira dos vales do Jequitinhonha e Mucuri e já gravou quatro CDs. Elomar Figueira de Melo, autor das músicas dessa apresentação, passa a maior parte do tempo compondo trovas.

Segundo define Dércio Marques “as trovas ou os trovadores não se restringem a nenhum tempo ou espaço fixos na história humana, e embora tenham origens medievais nos chegam até hoje, e existem em quase todas as tradições de povos ou tribos espalhados pelos cinco continentes. As trovas são produtos de profunda inteligência emocional e nos fazem mergulhar através dos tempos, nos transportando à amplidão do universo nos sentimentos do humano.”

Estabelecido na sua fazenda chamada Casa dos Carneiros, onde além da lida rural com a criação de cabras, carneiros, “e algum gado graúdo” no município baiano de Vitória da Conquista, Elomar é uma referência em toda a região que chama de Estado do Sertão. Essa tradição culta que abrange todo o interior do Nordeste influencia muito os Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Pardo em Minas Gerais, e é reconhecida pelos seus arranjos produtivos locais, não apenas de rebanhos de cabras, carneiros ou jegues, mas de cultura, principalmente boa música.

Apesar de ter buscado inspiração na sua região natal, Tau Brasil é filho da noite. Canta forró, anima bailes, toca em restaurantes, e conta em seu histórico com uma passagem de dois anos por Portugal, onde conheceu Cesária Évora e as músicas de Cabo Verde e outros países africanos. Além de incorporar essa influência, por sua passagem na noite se tornou eclético, ao atender todos os gostos do público noturno. Em Portugal teve que ficar afiado para atender pedidos de música popular brasileira, que é aceita, querida e interpretada em todos os cantos do planeta.

Para quem quiser ouvir um pouco de Tau Brasil:

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Música

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
2 Comentários
  1. Luciano/ BH

    Parabéns para os novos valores da música mineira. É o sertão mostrando sua força e sua cultura para o mundo. Vamos em frente. Parabéns pela cobertura.

  2. Valeria - Belo Horizonte

    Gostei muito site, li as reportagens. O show de Tau Brasil, foi excelente. Parabenizo a todos os colaboradores.

Deixe um comentário