Tamanho da Letra: [A-] [A+]

O Ponto de Ruptura

Publicado por Editor em Castaneda e Don Juan
data: 11/10/2012

Os feiticeiros precisam do ponto de ruptura para que o funcionamento do Silêncio Interior comece. O ponto de ruptura é como a argamassa que um pedreiro coloca entre os tijolos. Só quando a argamassa endurece é que os tijolos soltos se tornam uma estrutura. Como já lhe contei antes, todos os feiticeiros que conheço, homens ou mulheres, mais cedo ou mais tarde chegam ao ponto de ruptura em suas vidas.

O que eu quero dizer é que, em um dado momento, a continuidade de suas vidas tem de se quebrar para que o Silêncio Interior comece e se torne uma parte ativa de suas estruturas. É muito, muito, importante que você mesmo deliberadamente chegue a esse ponto de ruptura, ou que você o crie artificial e inteligentemente.

O seu ponto de ruptura é interromper a sua vida como você a conhece. Não é possível para você continuar no caminho dos guerreiros levando sua história pessoal com você, e, a não ser que você interrompa seu modo de viver, impiedosamente, você não será capaz de continuar seguindo estas instruções. Deve quebrar os seus pontos de referência, deixá-los. Os feiticeiros só têm um ponto de referência: o infinito.

Minha recomendação é que alugue um quarto num daqueles hotéis baratos que conhece. Quanto mais feio o lugar, melhor. Se o quarto tiver carpete verde desbotado, cortinas verdes desbotadas e paredes verdes desbotadas, melhor ainda. Tal hotel é para mim a verdadeira representação da vida na Terra para a pessoa comum. Se você tiver sorte, ou for insensível, vai conseguir um quarto com vista para a rua, onde verá essa procissão interminável da miséria humana. Se você não tiver tanta sorte nem tanta insensibilidade, terá um quarto interno, com janelas para a parede do prédio vizinho. Pense em passar a vida toda dividido entre essas duas vistas, invejando a vista da rua se estiver no quarto interno e invejando a vista da parede se estiver no quarto que dá para a rua, cansado de olhar para fora.

Um feiticeiro usa um lugar como esse para morrer. Você nunca esteve só em sua vida. Chegou a hora de ficar só. Você ficará naquele quarto até morrer. Não quero que seu corpo morra fisicamente. Quero que a sua pessoa morra. As duas coisas são muito diferentes. Na essência, a sua pessoa tem muito pouco a ver com o seu corpo. Sua pessoa é a mente, e, acredite-me, a sua mente não é sua, mas da instalação alienígena.

O critério que indica que um feiticeiro está morto é quando não faz diferença para ele se tem companhia ou está só. O dia em que você não almejar a companhia dos seus amigos, que você utiliza como escudo, nesse dia a sua pessoa morre. O que me diz? É pegar ou largar!

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Castaneda e Don Juan

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Deixe um comentário