Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Lançamento do CD “Flutuar no Horizonte”

Publicado por Editor em Eventos, Música
data: 19/10/2011

Lançamento do CD “Flutuar no Horizonte”

Flutuar Orquestra de Flautas

Fotografia: Fernando Santos

Sala Sérgio Magnani, Fundação de Educação Artística

Rua Gonçalves Dias, 320

Em duas Sessões:

22/10, Sábado, 20:30h

23/10, Domingo, 18:30h

Ingressos: R$ 1,00

Fone: 31-3226-6866

A “Flutuar, Orquestra de Flautas” nasceu de um sentimento hoje raro: o entusiasmo de abraçar e levar adiante uma causa comum. Trata-se de professores, alunos, ex-alunos, amigos, colegas – companheiros dessa longa viagem que é a vida – que compartilham das mesmas paixões: a paixão pela música, a paixão pela flauta, a paixão pela liberdade. Esse sentimento espontâneo, nascido num mundo poluído pela ideologia binária das oposições absolutas (onde só pode haver o preto ou o branco, o caos ou o cosmos, o não ou o sim) acabou por congregar individualidades de idades, formações e origens sociais completamente distintas e se apresentou como um sopro de liberdade forte o bastante para varrer o pó de qualquer estagnação criativa. Por isso mesmo, a liberdade norteia o trabalho e a orientação estética deste grupo, que não se deixa prender a nenhuma corrente artística que lhe possa cercear a espontaneidade de expressão. Isso é o que lhe confere a originalidade artística e a ousadia da experimentação e da criação. Tudo na Flutuar é liberdade: a escolha de repertório, a estruturação dos arranjos, a atuação em palco, o despojamento de seus integrantes, a alegria de tocar em conjunto. Esse sentimento, hoje diluído na impositividade de um mundo que se quer organizar à força, vem romper com a autoridade do sim ou do não absolutos para soprar a suavidade quase sensual de um talvez. (Moacyr Laterza Filho)

O CD “Flutuar no Horizonte” é o produto deste trabalho que se estende por seis anos. A paisagem sonora de Belo Horizonte foi o mote para que compositores daqui escrevessem uma música relacionada à nossa cidade. O resultado pode ser ouvido na “Serra do Curral” de Rufo Herrera que apresenta musicalmente a transformação dos sons do Parque das Mangabeiras da meia noite ao meio dia. Na “Praça da Liberdade” de Cláudia Cimbleris, que baseia a estrutura da obra nas palmeiras, no coreto ou nas fontes da praça. Alexandre Andrés escreveu “Olhe Bem as Montanhas” lembrando o antigo lema de clamor pela nossa serra, Thais Montanari lembra os sons da feira em “Quinquilhares”, Gilvan de Oliveira apresenta o choro mineiro e Flávio Henrique na seresta. Outros nomes importantes de nossa música como Marco Antônio Guimarães, Artur Andrés, Oiliam Lanna e Flávio Venturini também colaboraram, tornando possível à Flutuar apresentar este retrato musical da paisagem sonora de Belo Horizonte.

Programa

Serra do Curral – Rufo Herrera

Olhe Bem as Montanhas – Alexandre Andrés

Praça da Liberdade – Cláudia Cimbléris

História sem Fim – Flávio Henrique

Quinquilhares – Thais Montanari

Duas Melodias – Oiliam Lanna

Mapa – Marco Antônio Guimarães

Fantasia – Flávio Venturini

Vento – Marco Antônio Guimarães

Flutuar – Artur Andrés

Contatos:

Alberto Sampaio (3261-6097/8848-9739)

Felipe Amorim (3226-6866/9304-9354)

Shari Simpson (3227-8629)

flutuar@flutuar.org

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Eventos Música

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Deixe um comentário