Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Jorge da Viola & Lázaro Mariano

Publicado por Editor em Música
data: 30/07/2010

Projeto QUINTAS DA VIOLA

05 de agosto – Quinta – Jorge da Viola & Lázaro Mariano

Jequitibar – Av. Assis Chateaubriand, 577 – Floresta

Sempre às 20 horas – Ingresso: R$10,00

Informações: 3271.6522 – 8893.7806 – 8474-2050

Reservas de mesa – 3271.6522

Jorge da Viola

Jorge da Viola nasceu em Piumhi-MG, em 06 de agosto de 1950 numa fazenda chamada “COITO” e é morador do Bairro São Caetano em Betim.

Começou tocando sanfona oito baixos aos 10 anos de idade; passou para cavaquinho aos 14 anos; aos 15 anos já tocava violão caipira e aos 24 anos estudou violão erudito no Instituto São Rafael, local onde estudou interno dos 10 aos 21 anos.

A viola caipira entrou na vida de Jorge da Viola por influência do grande violeiro Tião Carreiro, e nos últimos seis anos tem dedicado muito tempo ao estudo do instrumento, sempre apoiado pela sua esposa, professora Graça, que também é deficiente visual.

Jorge foi funcionário da FIAT de 1977 a 1987, como Operador de Produção, de onde saiu por motivo de saúde, doença de chagas.

Ele já mostrou o valor de sua performance como virtuose da viola caipira no Teatro Francisco Nunes, na Casa da Cultura de Contagem, na Casa da Cultura Josephina Bento, em Betim, no Teatro da Maçonaria, em Belo Horizonte, além de rodas de violas no interior de Minas.

Jorge foi o 2º Colocado nos Projetos da Lei de Incentivo à Cultura de Betim, com o CD Instrumental onde exibe sua performance de violeiro e divulga os costumes, defende as raízes tradicionais da música brasileira.

Jorge vive para a música e da música, pois é o provedor da família e tem muitas despesas com seu tratamento de saúde.

Lázaro Mariano

Violeiro e professor de matemática na rede municipal de Betim, Lázaro Mariano, foi vencedor de 3 festivais de música regional na cidade de Piumhi-MG, em 1990, 1991e 1992, e finalista do Festival da Canção de Capitólio-MG, em 1991.

Os bailes de lona nas cidades de Vargem Bonita, São Roque de Minas, Guapé, Pratápolis e Itaú de Minas eram, à época, ponto de encontro de jovens músicos. Foi naquele ambiente que Lázaro Mariano teve contato com a viola caipira, o violão caipira e o cavaquinho de folia, ouvindo clássicos da música caipira num rádio de pilha, junto ao seu irmão que o ensinou a tocar logo aos 5 anos de idade. Juntou-se de um lado a tradição, e do outro, a vontade de um menino de superar a morte de seu pai através da música. Essa dicotomia, marca registrada do trabalho do cantor, já se fazia notar em suas primeiras apresentações na cena musical de Piumhi, onde estreou ainda criancinha, nos comícios realizados na cidade. O artista já tocou para o então Candidato a Presidência da República Luis Inácio Lula da Silva, em Capitólio-MG.

Lázaro participou do Festival da Globo, Festival da Alterosa, Festival Prêmio Visa, em São Paulo, e Festiviola, em Piacatuba, onde conquistou o quarto lugar. Já se apresentou em vários programas de TV e projetos interessantes, como Programa Viola Brasil (TV Horizonte), Programa Arte e Pesca (TV Betim), Programa Viação Cipó (TV Alterosa), Seminário Internacional de Democracia Racial, II Encontro de Educadores de Betim, I Encontro de Violeiros de Betim e Caravana Arrumação, de Saulo Laranjeira.

Em 2006 gravou o seu primeiro CD, com recursos do Fundo Municipal de Cultura de Betim, que contou com produção do violeiro Chico Lobo, e participação especial de Rubinho do Vale, André Siqueira, Rogério Delayon, Mateus Bahiense, Ricardo Gomes, Dimas Souza, Aurélia Rocha e Frank Júnior.

Jorge da Viola & Lázaro Mariano, um show imperdível no Quintas da Viola

Próximos Shows:

12 de Agosto – Andréa Marina & Áderson Rocha

 19 de Agosto – Taquinho Costa

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Música

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Comentário
  1. Tatiana

    Por favor, estamos produzindo um especial e gostariamos do contato do Jorge da Viola.

    Qualquer contato ajuda.

    Agradeço a atenção!

    Att,
    Tatiana

Deixe um comentário