Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Guimarães Rosa – Frases – parte 2

Publicado por Editor em Guimarães Rosa
data: 24/11/2009

Guimarães Rosa - frases- parte 2

Melhor para a idéia se bem abrir é andando em trem de ferro. Pudesse vivia pra cima e para baixo dentro dele.

Só aos poucos é que o escuro é claro.

Amor é a gente querendo achar o que é da gente.

Informação que pergunto: mesmo no céu, fim de fim, como é que a alma vence se esquecer de tantos sofrimentos e maldades, no recebido e no dado?

Perguntei ao compadre meu Quelemém: — “Do que o valor dessas palavras tem dentro” — ele me respondeu — “não pode haver verdade maior…”

Homem? É coisa que treme.

Tem diversas invenções de medo, eu sei, o senhor sabe. Pior de todas é essa: que tonteia primeiro, depois esvazia.

Eu sei: nojo é invenção, do Que-Não-Há, para estorvar que se tenha dó.

Moço!: Deus é paciência. O contrário é o diabo.

-”Riobaldo, a colheita é comum, mas o capinar é sozinho…”

Desespero quieto às vezes é o melhor remédio que há. Que alarga o mundo e põe a criatura solta.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Guimarães Rosa

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Deixe um comentário