Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Confúcio – Frases – Parte 4

Publicado por Editor em Confúcio
data: 21/06/2012

Sabedoria (I)

Nem todos podem ser ilustres, mas todos podem ser bons.

Podemos cometer alguns excessos de vez em quando. Mas é sempre bom parar, e refletir sobre o que fazemos na vida.

Quem descobre sua ignorância começa a se tornar sábio.

Conhecer a si próprio é a chave da sabedoria.

O sábio teme o céu sereno; em compensação, quando vem a tempestade ele caminha sobre as ondas e desafia o vento.

Refeições simples, água para beber, o cotovelo dobrado como travesseiro, aí está a felicidade. As riquezas materiais e a posição social sem integridade são como as nuvens, que flutuam.

A diferença entre um homem de sucesso e outro orientado pelo fracasso é que um está aprendendo a errar, enquanto que o outro está procurando aprender com os seus próprios erros.

O homem que fica no alto da colina com a boca aberta esperará um longo tempo até que um pato assado caia nela.

Se quiser ter prosperidade por um ano, cultive grãos. Por dez, cultive árvores. Mas para ter sucesso por 100 anos cultive gente.

Você pode entender os acima da média, mas não pode entender os abaixo da média.

Não se queixe da neve no telhado da casa do seu vizinho, quando a soleira da sua porta não está limpa.

Muitos procuram a felicidade acima do homem! Outros, mais abaixo. Mas a felicidade é exatamente do tamanho de um homem.

Me perguntas por que compro arroz e flores. Compro arroz para viver e flores para ter algo pelo que viver.

O pessimismo pode tornar os homens cautelosos, enquanto o otimismo pode tornar os homens imprudentes.

Você não pode mudar o vento nem a correnteza, mas pode ajustar as velas e o leme do barco para chegar aonde quiser.

Para onde quer que fores, vai todo, leva junto teu coração.

O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante do idiota que quer bancar o inteligente.

Poder sem magnanimidade e ar de luto sem dor, são coisas que não suporto presenciar.

Não se preocupe se os outros não o compreendem, preocupe-se com o fato de você não compreender os outros. Não importa os homens não te compreenderem, mas sim tu os compreenderes.

O coração do sábio, tal como o espelho, deve a tudo refletir, sem todavia macular-se.

É preciso que o discípulo da sabedoria tenha o coração grande e corajoso. O fardo é pesado e a viagem longa.

Ser ofendido não tem importância nenhuma, a não ser que continuemos a nos lembrar disso.

Pode-se induzir o povo a seguir uma causa, mas não a compreendê-la.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Confúcio

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Deixe um comentário