Español
Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Carlos Castaneda e Don Juan Matus – Sobre a Consciência

Publicado por Editor em Castaneda e Don Juan
data: 03/09/2010

O universo é uma aglomeração infinita de campos de energia, semelhantes a filamentos de luz.

Esses campos de energia, chamados de “mar escuro da consciência”, irradiam de uma fonte de proporções inconcebíveis, metaforicamente denominada Águia.

Os seres humanos também são compostos de um número incalculável dos mesmos campos de energia filamentosos. Essas emanações da Águia são uma aglomeração encapsulada que se manifesta como uma bola de luz do tamanho do corpo da pessoa com os braços estendidos lateralmente, como um ovo luminoso gigante.

Apenas um grupo muito pequeno de campos de energia no interior dessa bola luminosa são acesos por um ponto de intenso brilho localizado na superfície da bola.

A percepção ocorre quando os campos de energia desse pequeno grupo imediatamente ao redor do ponto de brilho estendem sua luz para iluminar campos de energia idênticos no exterior da bola. Uma vez que os únicos campos de energia perceptíveis são aqueles iluminados pelo ponto brilhante, esse ponto é chamado o ponto onde a percepção é aglutinada ou simplesmente o ponto de aglutinação.

O ponto de aglutinação pode ser movido de sua posição usual sobre a superfície da bola luminosa para outra posição na superfície ou no interior. Uma vez que o brilho do ponto de aglutinação pode iluminar qualquer campo de energia com o qual entrar em contato, quando se move para uma nova posição ilumina de imediato novos campos de energia, tornando-os perceptíveis. Esta percepção é conhecida como ver.

Quando o ponto de aglutinação se desloca, torna possível a percepção de um modo inteiramente diferente – tão objetivo e factual como aquele que normalmente percebemos. Os feiticeiros entram nesse outro mundo para obter energia, poder, soluções para problemas gerais e particulares, ou para encarar o inimaginável.

O intento penetrante é o que nos faz perceber. Não nos tornamos conscientes porque percebemos; antes, percebemos como resultado da pressão e intrusão do intento.

O objetivo dos feiticeiros é atingir um estado de consciência total de modo a experimentar todas as possibilidades de percepção disponíveis ao homem. Esse estado de consciência implica mesmo uma maneira alternativa de morrer.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Castaneda e Don Juan

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
6 Comentários
  1. valdir

    “Os ensinamentos transmitidos ao pesquisador Carlos Castaneda por D.Juan Matus são fascinantes. Me interessei desde o lançamento do primeiro livro no Brasil e continuo aprendendo até hoje. A revelação foi gradativa, e só é possível compreendê-la após ler todos os livros, ou atualmente estudar a síntese de toda obra no trabalho de Flórion. D.Juan e sua linhagem partiram deste mundo, mas deixaram as sementes para os novos aprendizes que irão surgir na Terra, segundo os desígnios do poder.”

  2. Marisson

    Valdir, o que você pode nos dizer sobre o misterioso Flórion?

  3. valdir

    Todas as informações que o próprio Flórion achou por bem divulgar sobre a sua pessoa encontram-se no início do seu trabalho intitulado “O Domínio da Consciência”, disponível na internet. Lembrando que os ensinos dessa linhagem enfatizam o abandono do culto personalista, portanto não importa saber quem é Flórion, mas sim aproveitar a chance mínima de conhecer e, quem sabe, tornar-se um praticante desta ciência milenar.

    • Yacov

      Qual a melhor ordem de leitura dos livros do Castaneda?
      Seria cronológica?
      Ou alguma outra?
      É verdade que o livro “O Poder do Silencio” possui um resumo dos ensinamentos de Don Juan?

      • joao carlos

        Recomendo primeiro ler uma estranha realidade, após, seguir adiante e ler a erva do diabo depois.
        outra alternativa é ler primeiro os passes mágicos.

  4. Rafael Arpelau

    Grande Nagual de três pontas

Deixe um comentário