Tamanho da Letra: [A-] [A+]

A Responsabilidade pelos Atos

Publicado por Editor em Castaneda e Don Juan
data: 09/08/2011


Você sempre se sente forçado a explicar seus atos, como se fosse o único homem no mundo a errar. É seu sentimento de importância. Você tem isso em alto grau. Também possui história pessoal demais. Por outro lado, não assume a responsabilidade de seus atos, não está usando sua morte como conselheira e, acima de tudo, é acessível demais.

A gente deve assumir a responsabilidade por estar num mundo fantástico. Para você, o mundo é fantástico porque, se não está entediado com ele, está com raiva dele. Para mim o mundo é fantástico porque é estupendo, assombroso, misterioso, insondável; meu interesse tem sido convencê-lo de que você deve assumir a responsabilidade de estar aqui, nesse mundo maravilhoso, neste lugar maravilhoso, nessa época maravilhosa. Queria convencê-lo de que deve fazer todos os atos contarem, já que só vai ficar aqui pouco tempo. Na verdade, tempo de menos para presenciar todas essas maravilhas.

O que recomendo que você faça é notar que não temos nenhuma garantia de que nossas vidas continuem indefinidamente. A mudança vem de repente e inesperadamente, assim como a morte. O que pensa que podemos fazer a respeito?!

Há pessoas que têm muito cuidado com a natureza de seus atos. Sua felicidade é agir com plena consciência de que não tem tempo. Portanto, seus atos têm um poder especial, têm um sentido … Pense em sua morte agora. Ela está a um braço de distância. Pode tocá-lo a qualquer momento, de modo que você não tem realmente tempo para pensamentos nem estados de espírito bestas.

Nenhum de nós tem tempo para isso. Quando um homem resolve fazer alguma coisa, tem de ir até o fim. Mas ele tem de assumir a responsabilidade daquilo que faz. Não importa o que fizer, primeiro, ele tem de saber por que faz, e depois tem de prosseguir com seus atos sem ter dúvidas ou remorsos
a respeito.
Num mundo em que a morte é a caçadora, meu amigo, não há tempo para remorsos ou dúvidas. Só há tempo para decisões. Assumir a responsabilidade de nossas decisões significa que estamos prontos a morrer por elas. Não importa qual seja a decisão. Nada poderia ser mais ou menos sério do que qualquer outra coisa. Não vê? Num mundo em que a morte é a caçadora, não há decisões pequenas ou grandes. Só há decisões que tomamos diante de nossa morte inevitável.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Castaneda e Don Juan

Editor - O editor coleta noticias interessantes e publica para informação dos leitores.
Deixe um comentário