Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Superação de Um Câncer – parte 1

Publicado por Danilo Vilela Prado em Medicina e Saúde

Amigos,

Sem ser presunçoso, encaminho abaixo um texto resumo de minha superação de um câncer. Enquanto não termino o livro sobre o assunto, espero que a minha experiência possa ajudar algumas pessoas. Mas se ajudar apenas uma pessoa, já valeu a pena.

Minha luta foi baseada na disciplina e em métodos. Poucas pessoas gostam de disciplina e de métodos. Porém, o esforço é essencial para o sucesso.

Podem repassar a mensagem à vontade.

Abraços,

Danilo

Sugestões para superar o câncer

A minha experiência na superação do câncer foi fantástica, por mais estranho que isso possa parecer. Na última semana de maio de 2012, depois dos resultados de vários exames, ficou constatado que não tenho mais vestígios da doença. Mas só agora, após dois anos e meio do fim do tratamento, posso respirar aliviado.

O segredo do sucesso, para mim, se resumiu a muita disciplina e métodos alternativos. Não descansei até chegar ao estado atual. Mais de 70% da cura depende do paciente. O que eu fazia?

Resposta:

1. A força para vencer a doença vem de dentro para fora. Por mais solidariedade que eu tivesse. E foram muitas pessoas que me ajudaram. Eu sabia que para combater a doença a luta era solitária. As pessoas queridas não poderiam me substituir no campo de batalha, por mais que tentassem, porque a doença era minha, estava no meu corpo, e não no corpo delas.

2. Era o inimigo, o câncer, e eu. Não havia como trazer ninguém mais para as batalhas. Por isso, sempre fui receptivo às orações que recebi. Eram as forças externas. Eu as usei para tirar a força interior para o combate. Foi decisivo.

3. Nunca fiquei revoltado com a doença.

4. Jamais procurei saber a causa do aparecimento do câncer. Não importa a causa. Eu precisava das forças para lutar contra o monstro.

5. Exercitei o autoperdão. Tive complacência comigo mesmo.

6. Fui tolerante com as minhas fraquezas, sempre com o objetivo de fazer explodir as forças interiores ocultas, que todos os seres humanos possuem, mas raramente usam.

7. Não dei ouvidos para comentários maldosos e sempre selecionei as opções de terapia alternativa. Não aceitava nada antes de refletir ou conversar com os médicos.

8. Encarei o câncer como uma corrida de obstáculos. A cada vitória eu comemorava intensamente.

9. Nos vários momentos de fraqueza, eu me entregava totalmente, pois o nosso corpo precisa descansar. Eu sabia que era só uma fase.

10. Sempre tive muitos momentos em que a energia aflorava espontaneamente. Nesses casos, eu me reforçava de otimismo para enfrentar os momentos de fraqueza.

11. O cérebro entende de coisas concretas: criei na imaginação um monstro fictício, que eu enfrentava em meditações todos os dias. Com o tempo, esse monstro foi se afastando e encolhendo.

12. As meditações fizeram parte dos meus métodos. Desenvolvi vários métodos próprios. Todos eles funcionaram. O princípio é sempre o mesmo, baseado na respiração.

13. As sessões de quimioterapia e radioterapia eram rituais para mim. Meditei em todas elas, esforçando-me para que meu corpo absorvesse ao máximo os medicamentos e as radiações.

14. Pratiquei caminhadas e corridas, tudo com orientação médica e sem agredir meu organismo. O linfoma que tive, Não-Hodgkin, de grandes células B, grau 2, mediastino e pescoço, era muito agressivo. Mesmo assim, consegui fortalecer meu organismo durante o tratamento.

15. Minha respiração estava programada 24 horas do dia: na meditação eu dava o comando do cérebro consciente para o cérebro inconsciente. Era assim: na inspiração eu sugava uma célula sadia. Na expiração, a célula sadia inspirada expulsava uma célula doente. Era uma célula sadia por uma doente, para preservar o equilíbrio orgânico.

16. Tive um momento decisivo para reforçar a minha determinação, pois pensei que venceria o câncer só com a quimioterapia. Restavam ainda 20% do tumor depois de oito sessões de quimioterapia. Não fiquei abatido, pelo contrário, fiquei mais otimista e combativo. Eu nunca iria me deixar derrotar. Afinal essa briga era pessoal e eu nunca pensei na possibilidade de derrota.

17. O cérebro não pode ter dúvidas. A neurociência explica isso. Nunca pense: “acho que vou vencer”. Sempre diga: “Tenho certeza da vitória”. Assim, o cérebro trabalha a nosso favor. Foi isso que fiz.

18. Nunca descuidei da alimentação durante o tratamento. Foi necessário disciplina. Nas sequelas do tratamento, tive várias, procurei uma nutricionista. Ela é excelente e foi responsável pela vitória total que tive este ano. Se quiserem, posso fornecer os dados dela.

19. Nas caminhadas e corridas, cada passo representava a troca de células doentes por células sadias, com base nas vibrações causadas da terra para o meu corpo. Eram duas as frentes de combate: a respiração e as passadas.

Algumas sugestões:

1. Não se importe com os percentuais que os médicos lhe dizem. A neurociência prova que o nosso cérebro se conforma com as informações. Mas não devemos nos conformar com as informações ruins. Pensem nisso.

2. Milhões de pessoas que foram até desenganadas pelos médicos sobreviveram espetacularmente contra todos os diagnósticos pessimistas. Eu mesmo conheço inúmeros casos. Você também deve conhecer.

3. Sugestões de meditação: a mente consciente deve dar as ordens para a mente inconsciente. Toda noite, ao se deitar, relaxe todos os músculos. Respire lentamente e pense: tenho o poder de sufocar as células de câncer. Sou muito mais poderoso que a doença. Por algum tempo não definido, crie uma imagem como, por exemplo, um arquivo de computador transferindo mensagens da mente consciente para a mente inconsciente.

4. O cérebro só entende dados concretos. Nós não temos acesso à mente abstrata. Seria como imaginar a forma que Deus tem. Para combater o que não vemos, como é o caso do câncer, precisamos de imagens, é claro, imaginárias. Assim, o cérebro saberá quem é o inimigo a vencer.

5. Essa simples meditação deve ser praticada à noite, porque o cérebro em repouso tem maior poder para criar as conexões com o inconsciente.

6. Ao amanhecer, faça uma oração agradecendo a Deus pela transferência noturna e repita o mesmo ritual. Depois, fique deitado algum tempo sentindo mentalmente cada parte do corpo. É diferente, mas você conseguirá da primeira vez, mas só terá essa certeza, ou seja, vai sentir conscientemente cada parte do corpo só depois de praticar mais cinco vezes. Antes disso, a sua mensagem de que vai vencer a luta já estará gravada no seu inconsciente.

7. Após o almoço, deite-se e repita o ritual da noite. Essa fase é a da confirmação, para que o cérebro não esqueça o compromisso que tem com você.

8. Namore a si mesmo. Goste do seu corpo. Fique em frente ao espelho e pense assim: “tenho um corpo, que abriga um espírito e uma mente saudável e poderosa. Deus me fez forte para enfrentar as tormentas. Meu corpo, minha mente e meu espírito estão unidos em harmonia. E vão superar o monstro, que já está se reduzindo e desaparecendo diante de minha força”.

9. Sua vida deve ser de obsessão. Durante cada segundo de suas 24 horas, você estará permanente ligado para vencer. Por isso, é importante que durante o sono o processo de superação da doença continue incessante e obstinadamente.

10. Tenha simpatia por disciplina e métodos. Serão necessários muitos caminhos para você, muitos deles construídos por você mesmo.

O que eu disse acima resume quase tudo o que fiz. Podem faltar detalhes, mas o ingrediente básico foi a minha fé inabalável.

Tenho a certeza de que Deus me deixou aqui porque tenho uma missão a cumprir. Ainda não sei qual é essa missão, mas vou cumprir com bravura.

Desde o fim do tratamento, no fim de cada ano, sempre faço o balanço do número de pessoas que pude mudar a vida delas para melhor. Eu não contabilizava isso antes. Estou muito mais humano, sensível, com uma imensa alegria de viver.

O desafio de vencer o câncer me fez muito melhor. Por isso, considero que fui abençoado por Deus por ter essa oportunidade. É essa a minha visão, embora isso pareça loucura.

Desejo a vocês, amigos, a saúde, o equilíbrio e a vitória certa. Mesmo numa situação grave não desanimem nunca. Digam para si mesmos: “em breve serei vitorioso!”.

Um forte abraço,

Danilo Vilela Prado

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Medicina e Saúde

Danilo Vilela Prado - Autor do livro “O templo dos guerreiros”, licenciado em Letras e Divulgador da Língua Portuguesa, Um Otimista Incorrigível
22 Comentários
  1. Ezequiel profeta de andrade

    Fantásticos a sua consciência, a sua força e determinação, o seu depoimento esclarecedor e o seu sentimento de poder ajudar, além de outras tantas qualidades transmitidas a todos nós.

    Parabéns e que Deus continue do seu lado em todos os momentos.

    Obrigado,

    profeta – BH

    • Danilo Vilela Prado

      Oi, Ezequiel,

      Muito obrigado pelos cumprimentos. Há muitos mitos em relação ao câncer, que assusta mais que as outras doenças.

      É preciso avançar no esclarecimento e nas possibilidades de cura com o auxílio de tratamentos alternativos.

      O trabalho dos medicamentos de quimioterapia e da radioterapia são obrigatórios. Mas nada impede que o paciente adote recursos alternativos para melhorar a sua situação. Bem orientadas, e com acompanhamento médico, as terapias alternativas produzem ótimos resultados, porque agem diretamente no estímulo ao paciente,para vencer a doença.

      Fico muito contente com o seu apoio.

      Um forte abraço,

      Danilo

  2. Antonio Caetano Jacinto Lemos

    O Danilo fez o auto-retrato de sua trajetória vitoriosa! Eu o conheço como colega de trabalho, e admiro sua determinação, correção, inteligência, e agora com esta publicação, também sua generosidade.

    • Danilo Vilela Prado

      Amigo Caetano,

      Gostei muito dos seus elogios, que servem de estímulo para que eu continue a escrever mais sobre superação.

      Um forte abraço

  3. Matias Bakir

    O Danilo Vilela externa no excelente testemunho e ensinamentos que “não sei qual é essa missão,” e eu diria que o artigo em si, já revela um brilho de Deus para todos nós. Eu sou um indisciplinado nato e o colega de trabalho Danilo sabe muito bem disso. Exatamente por isto, sempre o admirei pela disciplina, ética e determinação.
    Danilo, que o Deus da brisa leve abencõe todos os seus dias e derrame a harmonia das manhâs para a sua familia.
    Obrigado pelas palavras.
    Matias Bakir
    Auditor – BH

    • Danilo Vilela Prado

      Oi, Matias,

      Quando morei em Paracatu ajudei com dinheiro um homem, auxiliar de mecânico, que morava em João Pinheiro, e que não tinha dinheiro para tratar a doença da esposa. Ele não pediu ajuda, eu que ofereci. Ele se dispôs a devolver o dinheiro assim que tivesse condições. Eu disse a ele que não precisava. Então, aquele homem simples me deu uma das maiores lições da vida e disse assim: “minha situação vai melhorar e esse dinheiro que você me deu eu vou dar para pessoas que precisam mais que eu. Assim, vou criar uma corrente do bem, o que eu recebi, vou repassar.” Aquela humildade nunca mais saiu da minha cabeça e procurei criar várias correntes de solidariedade depois disso.

      Um forte abraço.

      Danilo

  4. Meire Morais Loureiro Martins

    Danilo,
    Você sempre foi um exemplo de determinação, caráter e disciplina. Fico muito feliz com sua vitória. Quando puder escreva com mais detalhe a respeito da sua meditação renovadora. Muito sucesso e alegrias em sua vida. Grande abraço, Meire.

    • Danilo Vilela Prado

      Oi, Meire,

      Muito obrigado pelas palavras generosas.

      Em breve, vou escrever um pouco mais sobre as técnicas de meditação. São tão simples que todos podem praticar. Recentemente a neurociência tem comprovado com equipamentos especiais os benefícios da meditação. Como existem mais de seis mil métodos de meditação, as pessoas podem escolher aquele que será melhor para elas.

      Um forte abraço,

      Danilo

  5. Laura Reiff

    Caro Danilo,
    Que experiência fantástica você viveu e que aprendizado!
    Fico muito feliz com sua vitória, ela foi merecida!
    Um grande abraço.
    Laura Reiff

    • Danilo Vilela Prado

      Oi, Laura,

      Peço desculpas pela demora em responder a sua mensagem.

      Você também teve uma grande vitória sobre si e tem motivos para comemorar cada instante vivido.

      Sabemos o prazer que é viver após a superação. Obrigado pela mensagem. Compartilho com você a sua vitória e superação.

      Um forte abraço,

      Danilo

  6. Maira

    Oi Danilo! Recebi o diagnostico hoje do meu medico dizendo que eu tenho câncer de mama. Nao sei ainda o estagio nem mesmo o tipo, amanha irei consultar um cirurgião para começarmos o planejamento do combate a doenca. Acabei de fazer 30 anos de idade, casada ha 3 anos e sem filhos. Foi justamente tentando engravidar, repleta de planos e esperanças, que descobri que estava com câncer. Moro fora do país, longe de tudo e todos que amo e que poderiam me dar força! Desesperada, busquei na internet algum conforto e lhe digo que vou imprimir o que li aqui e colar no meu espelho. Dessa forma, todas as manhãs vou ter sua experiencia como incentivo pra continuar! Sei que parece louco, ja que não nos conhecemos, mas precisava te deixar saber que vc fez a diferenca na minha vida hoje e eu lhe sou grata por sua coragem em dividir sua vida com quem precisa! Deus lhe abencoe muito!

  7. Danilo Vilela Prado

    Oi, Maira, Você está vivendo os primeiros impactos de algo que nem você nem qualquer outra pessoa escolhe conscientemente. Esses momentos que não desejamos viver não mandam aviso. Deus nos dá essas provas por alguma razão que sempre tento descobrir. Como Deus é só bondade, o grande desafio é descobrir a missão que teremos que cumprir com a doença.
    Na verdade, estamos tendo a chance de nos fortalecer porque, ao combater essas tragédias pessoais, acabamos nos conhecendo mais. Tornamo-nos seres humanos mais sensíveis e melhores. Mas como tudo isso é doloroso! É uma dor imensa para a qual nunca estamos preparados.
    Não tenha receio de manifestar os seus sentimentos. A dor deve ser exposta, porque não somos super-humanos e é preciso extravasar nossas aflições, para que nos acostumemos com a caminhada que será feita.
    A manifestação da dor causa alívio na alma. Corpo, mente e espírito precisam estar em harmonia para que você tenha o poder de caminhar pela estrada do tratamento com entusiasmo e otimismo na superação da doença. Por isso, dê vazão à dor inicial, mas não faça dela uma companheira permanente.
    Milhões, talvez dezenas de milhões de pessoas são vitoriosas no combate ao câncer e você será uma dessas pessoas. Tenha a certeza disso, acredite nisso, por mais que o tratamento pareça difícil. Vivemos numa época espetacular, com a medicina evoluída e com medicamentos cada vez mais eficazes para combater doenças. Só isso já é um alento para você.
    Não acredite nos mitos que lhe dizem sobre a doença. Tenha nas suas próprias mãos o seu destino. A sua juventude permite que acumule mais energias que muita gente. Aos trinta anos somos muito fortes. A maturidade já nos ensinou boas estratégias para vencer na vida. E você poderá usar de toda a sua experiência de sucesso para combater a doença.
    Tenho a certeza de que muitas pessoas se aproximarão de você. A solidariedade lhe dará muita energia para trilhar esse caminho espinhoso. Aproveite o conforto de parentes e amigos para retirar dentro de si a energia para o dia a dia. E qualquer que seja o estágio da doença, lembre-se de que não existe o impossível. Espere o melhor. Tudo pode ser resolvido, independentemente da fraqueza que às vezes nos abate.
    O que diferencia as pessoas que superam a doença é exatamente a determinação. Vou rezar para você se iluminar para passar por essa fase com serenidade, e assim ter a oportunidade de ser mãe. Mantenha esse sonho. Ele é possível de ser realizado.
    Deus já está abençoando você, lembre-se disso, porque já tem o diagnóstico da doença. Tragédia seria se não tivesse detectado a doença. E Deus continuará acompanhando você. Continue tendo fé.
    Boa sorte na sua caminhada. Farei tudo o que puder para ajudá-la. Mande mensagens pelo próprio portal da Fundação Metropolitana que responderei.
    Um forte abraço,
    Danilo.

  8. Adilson

    Ola Danilo.
    As suas declarações nos edificaram muito. estamos tratando a minha esposa e com certeza concordo com tudo o que você colocou e como colocou.
    Deus continue abençoando a sua vida e continue te usando dessa maneira
    Louvo a Deus pela sua vida

    Adilson
    Curitiba/PR

  9. Danilo Vilela Prado

    Olá, Adilson,

    Fico contente por saber que estou conseguindo ajudar a sua esposa. Temos que ter um sentido na vida que nos estimule seguir adiante.

    Desde que deparei com a doença indesejada e tive que combatê-la, aprendi que o sofrimento pode ser aliviado com regras simples. Por isso, estou tentando repassar essas regras para que outras pessoas possam usá-las.

    Não podemos esquecer que é Deus quem nos dá a doença. Não pedimos e não desejamos a enfermidade, mas a partir do momento que Deus decide que devemos ficar doente, temos que fazer o possível para merecer a cura, porque Ele também é responsável pela cura.

    Na verdade, somos testados a todo instante. É preciso aceitar que estamos enfermos e ao mesmo tempo usar de nosso poder de escolha para impedir que células malignas nos dominem. A caminhada exige fé e perseverança, mas dá resultados espetaculares. Não permita que a dúvida se instale nas suas mentes.

    Tenho a convicção de que a sua esposa conseguirá passar por essa fase de tormenta. Minha certeza é ainda maior porque sei que você está ao lado dela, dando o apoio necessário e estendendo a mão para a caminhada. Caminhar juntos, não dará apenas energia a ela. Dá muito mais: dá conforto, amparo, estímulos mentais e espirituais.

    Façam projetos juntos para vocês dois. Pensem num futuro promissor, com realizações. Não se esqueçam, entretanto, de inserir entre os projetos um plano altruísta, que possa melhorar um pouco a vida de algumas pessoas.

    O teste da doença nos faz enxergar mais do que víamos antes. Precisamos entender esse sentido da enfermidade. Pessoas que superam as doenças tornam-se melhores e são mais solidárias. Essa perspectiva para a sua esposa e para você está aberta para ser escrita com linhas de amor e solidariedade.

    Fiquem com Deus. Rezarei para que superem a doença e sejam felizes em futuro muito próximo.

    Um forte abraço,

    Danilo

  10. isabel serafim

    seu testemunho de vida é lindo e vitorioso.saiba que vc é privilegiado pois conseguiu vencer,graças à ciência e a DEUS. mas meus sobrinhos não tem a mesma sorte pois eles tem uma doença rara que a medicina ainda não parou para estudar a fundo, fazem só o tratamento experimental,sei que eles tem o apoio mais importante que é o de DEUS e isso basta, além deste tratamento temos fé que um dia eles vencerão, assim como vc. MATHEUS E JOAO LUCAS DOIS MENINOS COM IDADE DE 4 E 7 ANOS DESDE BEBES LUTAM CONTRA UMA DOENÇA CHAMADA ESTIOCITOSE ENTRE DOIS IRMAOS COM A MESMA DOENÇA É O 1o CASO NO MUNDO.ABRAÇOS

    • Danilo Vilela Prado

      Prezada Isabel,

      Sempre fico muito chocado quando tenho notícias de que crianças possuem doenças graves. Para nós, seres humanos, a injustiça é enorme. Por que Deus castiga inocentes que mal começaram a viver? O que fizeram eles de tão errado para iniciar a vida com tanto sofrimento? Talvez não encontremos explicações racionais, pois não conhecemos os motivos de Deus.

      Essa situação dói muito em todos nós. É uma dor intensa, imensa e nada é capaz de reduzi-la. Ficamos atônitos, sem saber o que fazer, a não ser acolher os pequeninos em nosso coração e tentar aliviar o sofrimento deles.
      Deus tem um propósito, tem razões que não reveladas para nós e isso nos deixa com sentimentos contraditórios em relação à vida. Tentar compreender o porquê dessa situação parece até impossível.

      Não devemos, no entanto, deixar de acreditar que por trás desse tremendo sofrimento e injustiça, que assim parece, deixar de ter esperança e fé que a situação possa ser revertida.

      São milhares de situações de pessoas, crianças e adultos, nas quais Deus decidiu dar uma nova chance de vida àqueles que sofrem. Se esse for o desejo Dele, seus sobrinhos terão oportunidades. Há muitos casos em que soluções inesperadas aparecem, sem explicações científicas.

      Como tia, você pode manter acesa a chama da esperança dentro da família e entre as pessoas próximas e amigas. Acredito no impossível, pois o cérebro humano é capaz de fazer revoluções, que são escutadas por Deus.

      Tente formar uma corrente de pensamentos entre pessoas que amam os seus sobrinhos. Façam orações diárias em voz alta, ao menos uma vez por dia, na presença dos meninos. Ao mesmo tempo, antes de dormir, todas as pessoas envolvidas devem dar o comando cerebral próprio para encontrar a solução. O inconsciente das pessoas de boa vontade, aliadas e agindo em conjunto, poderá trazer resultados positivos.

      Vou fazer a minha parte para ajudar mentalmente na solução do problema, pois estou sensibilizado com a situação dos seus sobrinhos. Que Deus ouça os nossos apelos e cure seus sobrinhos.
      Um forte abraço,
      Danilo

  11. WILLIAM

    Olá Danilo, tenho uma prima internada no INCA 2 aqui no Rio, ela se chama Sandra Rangel Caetano, ela esta muito ruim e desde terça, quando a visitei, fiquei abalado com a situação que pude ver, não só a dela mas as dos outros ao redor, eu já imaginava que tudo o que você escreveu, seria o melhor que se pode fazer, mas muitos são desinformados, não têm estas dicas de pessoas como você, que já passou por isso e saiu vitorioso, é experiente neste tipo de batalha, amanhã irei visitá-la e imprimirei esta sua mensagem, para levar para distribuir aos pacientes que puderem e aceitarem suas palavras, se algum dia você quiser ou puder ficarei mais feliz ainda de for adicionado no facebook para eu poder ter mais um amigo abençoado e vitorioso por perto, muito obrigado pelo seu depoimento e que Deus te ilumine e te abençoe por toda vida.

  12. Prezado William,
    Fiquei emocionado com a sua mensagem. A sua sensibilidade com a dor da sua prima, e de outras pessoas que estão em tratamento, tem o poder de liberar energias do bem.
    A sua atitude de compaixão contribui para que as forças de Deus sejam direcionadas às pessoas que precisam de ajuda.
    O pensamento é como a energia elétrica, que ligada a lâmpadas tem o poder de iluminar o que existe à volta e afugentar a escuridão.
    Energia elétrica e pensamento não podem ser vistos. Mas, da mesma maneira que a energia elétrica, a força do pensamento também tem o poder de gerar a luz e a bondade.
    Pensamentos bons produzem vibrações boas no ar, na atmosfera, nos ambientes em que vivemos.
    Cada pensamento solidário que sai de nossas mentes com intenção de ajudar as pessoas, impregnado de amor, é muito poderoso. Você fez isso com muito sentimento.
    Agradeço por divulgar o meu texto às pessoas que dele necessitam. Espero contribuir para aliviar o sofrimento e ajudar as pessoas a superarem a doença.
    O impossível não existe. Muitas pessoas conseguiram vencer lutas árduas com a ajuda de amigos e parentes, apesar das doenças graves. Hoje os tratamentos de saúde são muito bons. Os médicos são profissionais que cada vez mais conseguem salvar doentes. Por isso, a fé e a esperança devem ser cultivadas diariamente. Enquanto há vida, há esperança.
    Lancei o meu livro no dia 12 deste mês e envio a capa para você conhecer. A linguagem é simples e explico os métodos que usei de maneira didática, de modo que todos podem percorrer os mesmos caminhos que percorri.
    Vou rezar para a sua prima. Tenha fé e continue solidário e compassivo. Criei, também, o blog “o templodosguerreiros.com”, no qual divulgarei mais informações sobre como combater o câncer.
    Um forte abraço,
    Danilo

  13. Ana Karoline

    Parabéns Danilo, tudo que você falou é verdade,eu tive câncer também, e só quem já teve sabe o quanto tudo o que vc falou é verdade e importante.Pra mim esta vivi hoje eu tive que me apegar a Deus e também ao amor e carinho dos que vivem ao meu redor para eu pode esta aqui hoje,pq não é fácil vc descobrir que esta com a doença e os próprios médicos dizerem que vc tem pouca chances de vida e essas chances pedem diminuir.Hoje esta com 6 anos que descobrir que estava doente.Agradeço muito a Deus por esta aqui hoje.
    E mas uma vez parabéns.

    • Danilo Vilela Prado

      Prezada Ana Karoline,

      Parabéns por se esforçar e vencer a doença. Você faz parte do grupo das pessoas que não se entregam diante das dificuldades e procuram recursos para obter a vitória. O mais importante é a sua crença em Deus. Ele a ajudou porque, certamente, você tem uma missão aqui na terra que ainda não foi terminada. Tenho a certeza de que hoje você é uma pessoa mais sensível, humana e solidária.

      Comemore muito a sua vitória. Nunca se esqueça de agradecer a Deus pela oportunidade de ter enfrentado e vencido a tempestade. São nessas situações que podemos usar as nossas forças interiores ocultas, que normalmente são desperdiçadas se não temos desafios.

      Mantenha uma vida saudável, com bons hábitos alimentares e sono regular e reparador. Pratique sempre a bondade, como forma de celebrar a vida e contribuir com a humanidade, pois sempre existem os necessitados a quem podemos ajudar, mesmo que não seja pedida ajuda.

      Parabéns!

      Atenciosamente,

      Danilo Vilela Prado

  14. ZILDO ALEXANDRE

    Muito emocionante a sua mensagem de certa forma eu fiz um pouco do que vc fez suas ações contra o cancer foi parecidas com as que tive estou passando por essa fase sim considero uma fase mas estou melhorando a cada dia graças a Deus e meus pensamentos firmes sempre digo estou curado, o linfoma que tive nunca me abateu isso só serviu p eu cuidar mais de mim. Parabéns pra nós!! rss
    abraços
    Zildo Alexandre

  15. Danilo Vilela Prado

    Prezado Zildo,

    Parabéns pela sua determinação em ficar curado e retomar o ritmo normal de vida. Você tem demonstrado para si e para as pessoas ao redor que tem garra para superar o grave problema. Dessa maneira, a sua mente irá consolidando o seu propósito de ter o controle sobre a própria vida.

    Quem age da mesma maneira que você consegue transformações incríveis, pois somos quase invencíveis quando damos comandos otimistas e positivos ao nosso cérebro. Nossa mente acredita que somos poderosos e produz fenômenos bons e saudáveis por nosso corpo. Assim, é possível combater doenças e manter a saúde.

    Parabéns pelo seu excelente exemplo.

    Um forte abraço.

    Danilo

Deixe um comentário