Psicologia

XL – Encarando os demônios

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 07/07/2017

Luciana foi mais um dos amores fugidios que eu tive. Quando estávamos internados ela estava namorando com um outro cara que também estava internado. Eu lembro de desejar muito ela, de alguma forma, ganhar um beijo, acalmar meus desejos. Mas isso não aconteceu, todavia viramos grandes amigos. Como sempre as amizades entre internos são um elo fundamental na passagem deles pela clínica, mas dificilmente essas amizades resist...

XXXIX – A tentação de sacanear o Sistema

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 29/06/2017

Não conseguia entender porque me internaram. Eu estava extático, totalmente conectado com tudo e com todos, voltei distribuindo aquela energia ancestral linda de que tive a glória de fazer parte em São Thomé das Letras. Eu havia conhecido um mundo fantástico, fui tocado profundamente por aquela experiência com a madre ayahuasca, por que não me entendiam? Todos os profetas, santos, gurus, místicos sofrem esse tipo de p...

XXXVIII – Sossega Leão!

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 22/06/2017

Assim que cheguei a BH toda a família já estava preocupada, se eu teria surtado, o que era aquele chá que tomei, que besteiras eu teria feito. Não me lembro muito bem do desencadear dos fatos, mas de algumas imagens fragmentadas de tudo que ocorreu naquele dia cabalístico da abertura de uma nova dimensão para nós terráqueos. O dia 21/12/2012 foi o dia em que encontrei com a Daniela e nos meios místicos era considerado...

XXXVII – A volta de quem não foi

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 09/06/2017

Depois de resgatado o carro, a aventura seguia sem a presença da Daniela, o anjo que me levou até ali. Voltei para o Céu de São Thomé, o Ramon e algumas outras pessoas ainda estavam lá. Pedi para ver se poderia dormir ali com eles aquela noite, disseram que não teria problema algum. Eu estava com fome e lá não tinha rango, então voltei pra São Thomé para comer algo. Não me lembro muito bem dos detalhes, mas foram ...

XXXVI – Vencendo o atoleiro

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 10/02/2015

Quando retornei ao local da cerimônia algo havia mudado. Como se um click tivesse sido dado em minha mente. Agora aqueles cantos, antes ininteligíveis pareciam fazer um sentido oculto para mim. Algo como se um xamã tivesse chegado, como se eu fosse um xamã. Fiquei inquieto, não sabia o que fazer, não foram dadas orientações. Fui sendo tomado pelo medo. Medo de enlouquecer e não mais voltar. Tempos depois eu viria a sa...

XXXV – Perdido no caminho

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 27/01/2015

22 de dezembro de 2012, no início daquela noite fomos a um bar. Fomos avisados que não deveríamos tomar álcool antes da cerimônia, mas achei que só um pouco não poderia fazer mal. Fomos a um bar na praça central de São Thomé das Letras, onde uma banda tocava alguns clássicos do rock. Cenário ideal. Já não me preocupava com minha família ou com Natália, estava totalmente imerso naquele momento. Naquele bar pude ...

XXXIV – Alma, corpo e coração

Publicado por Bill Braga
Data da publicação: 09/01/2015

Fui recebido realmente num cenário de magia. Todas aquelas velas negras, aquela mulher linda, e ao fundo tocando um bom rock´n roll, o velho Rolling Stones, Sympathy for the Devil. Confesso que por alguns segundos passou pela minha cabeça que sintonia entre cenário e música. Estaria eu ali entrando para conhecer o mundo do diabo? Não tinha medo e me joguei naquele universo. Daniela me recebeu aos beijos, e já me deu um ...

Contrato de casamento

Publicado por Carlos Bittencourt Almeida
Data da publicação: 10/09/2014

Consulta do leitor Augusto Cantanhede “Sou Augusto Cantanhede, jornalista no Folha Universal. Estou trabalhando numa matéria cujo tema é o homem casado que ainda mantém hábitos de solteiro. O homem que ainda age como se não tivesse uma esposa para dar atenção, que não liga para comunicar suas atividades, que passa o seu tempo livre com os amigos e esquece da esposa, tem amizades femininas que são pegajosas e muito ...