Español
Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Adultério

Publicado por Carlos Bittencourt Almeida em Psicologia
data: 22/03/2010

Adultério

Quando falamos, em geral, sobre o comportamento do homem ou da mulher, estamos falando de uma maioria. Existem homens e mulheres, tão saudáveis quanto os outros, que têm comportamentos que não seguem a maioria.

A escritora Rose Marie Muraro em entrevista à revista Marie Claire comenta que o homem trai para continuar casado e a mulher trai para criar coragem para separar.

Quando uma mulher tem um caso extraconjugal freqüentemente é um sintoma mais sério do que quando o homem faz o mesmo. Ela pode estar muito insatisfeita ou magoada com seu companheiro, seja quanto ao modo dele se relacionar com ela sexualmente, seja quanto ao seu comportamento em geral na relação com ela. Na mulher a sexualidade está mais profundamente entrelaçada com a vida emocional, com a afetividade. Por isto envolver-se com alguém é mais significativo.

Quando uma mulher fica sabendo que seu companheiro esta tendo um caso, fica muito assustada, insegura ou magoada. Fica se perguntando por que. Onde e que ela errou? Acha que ele está insatisfeito com ela seja na vida sexual ou no relacionamento em geral. Supõe que está prestes a ser abandonada, trocada.

É evidente que há casos em que o adultério masculino é coisa séria. Pode ser a porta de saída do casamento. Mas, muitas vezes, acontece que um homem feliz e contente no casamento trai. Para uma mulher acreditar que possa ser assim é difícil, quase incompreensível. O fato é que o homem pode viver um caso extraconjugal por motivos mais superficiais. Pode ser apenas por uma intensa atração. Para um homem é relativamente fácil sentir atração por mais de uma mulher ao mesmo tempo. Pode não significar algo profundo afetivamente. O homem tende a gostar de variedade. Por mais linda, interessante e sensual que for sua companheira, uma outra mulher lhe traz um sabor sexual afetivo diferente, exótico.

O homem pode se envolver com outra mulher também por auto-afirmação. Faz parte do que se espera de um homem que ele não recuse um convite de uma mulher atraente. Se recusar podem duvidar de sua masculinidade.

Já o homem, quando fica sabendo que foi traído, acha que o problema é sexual, que ele não é suficientemente bom como parceiro sexual. Esquece que uma mulher pode esta buscando em outro homem mais aconchego, ternura e compreensão do que prazer sexual.

O adultério é quase sempre tensão e dor dentro de um relacionamento. Compreender não é aprovar. Mas é preciso estar atento para o fato de que homens e mulheres são diferentes em muitos aspectos.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Psicologia

Carlos Bittencourt Almeida - Psicólogo Clínico e escritor, residente em Belo Horizonte - MG Consultas online? envie suas perguntas.
Comentário
  1. será?
    esse artigo foi escrito por um homem, sob a ótica masculina…

Deixe um comentário