Arquivo do Autor

O FIT mal terminou e já deixa saudades

Publicado por Vladimir Pôla
Data da publicação: 20/08/2010

A equipe organizadora do FIT-BH 2010, fez um trabalho de última hora, mas de excelente qualidade. Existiram alguns atropelos de produção, mas o Festival novamente foi um sucesso, lembrando que o Festival esse ano não aconteceria por problemas das mais diversas ordens. Mas aconteceu com muito sucesso, e fica aqui declarada nossa admiração pela equipe, que nos atendeu com todo o carinho e dedicação. Os agradecimentos sã...

Morte das águas

Publicado por Vladimir Pôla
Data da publicação: 01/07/2009

Água que nasce nas montanhas, limpa e cristalina Corre em corredeiras e cai em cachoeiras Água que é nascente, é córrego e é rio O Córrego que alimenta os animais vira o ribeirão que abastece populações e que vira o rio que corre para o mar O rio passa na cidade, as águas se misturam à imcompreensão urbana A cidade polui as águas do rio O rio poluído mata os peixes, o gado e o homem A vida do rio, igual à saúd...

A Estatização da GM e o fortalecimento do estado.

Publicado por Vladimir Pôla
Data da publicação: 04/06/2009

Estamos diante de uma transição sócio-econômica global. A crise mundial que assusta o mundo, deixou de ser nos últimos dias o grande vilão do mundo capitalista, pois com apenas uma atitude inesperada, o governo norte-americano, conseguiu do alto do seu poderio realizar um ato que pode trazer conseqüências também surpreendentes para todo o mundo. Expliquemos o fortalecimento da sociedade civil, razão/motivo de, nós, ...

Coisas sem pé nem cabeça

Publicado por Vladimir Pôla
Data da publicação: 26/05/2009

É dia, de repente escurece O sol ilumina o dia, quando menos esperamos O tempo fecha, a chuva cai e as plantas crescem Na natureza tudo se explica, rotação, translação, Calor, umidade, fotossíntese, estrelas A bicicleta desce a rua, o homem cai, Machuca, chora o corpo dolorido Acabou o freio, faltou freio Na vida do homem é assim, bicicleta velha, Desequilibrio, tombos, dor, lua cheia Mulher perfeita, atravessa a rua, p...