Arquivo do Autor

Sobre as Águas e as Culturas de Minas

Publicado por João Evangelista Rodrigues
Data da publicação: 25/04/2012

Todos sabemos, via Guimarães Rosa, e isto já virou refrão: Minas São muitas. Mas o que as pessoas não explicitam é de que Minas estão falando, quando se referem a um de nossos maiores escritores. Realmente, se Minas são multivárias, multivastas são as formações e manifestações culturais deste Estado. Porque Minas mesmo, às vezes, parece permanecer em seu estado mineral, inerte, empedernido, como a fazer jus, à ...

A tragédia do Rio dita de outra forma

Publicado por João Evangelista Rodrigues
Data da publicação: 19/01/2011

a água seu curso de enigmas e desconstrução seu discurso livre de sintaxe de complementos segue só água a morte e suas desconexas conotações segue só água a mídia cega no útero das nuvens do vento sem adjetivos segue só água o mito do dilúvio a rebeldia dos anjos a queda dos montes o que de água se arrasta a terra a mata floresta e casas cavalo e ponte nem se salva na arca segue só morte de pedra e pânico a á...

Nada

Publicado por João Evangelista Rodrigues
Data da publicação: 23/03/2010

nada aprendemos com a morte no Calvário no Horto das Oliveiras não há choro nada é necessário * a morte dos pássaros e dos rios das geleiras e florestas a morte dos peixes dos bichos de terra firme nada nos ensina nem mesmo a morte de nosso melhor amigo de um parente mais próximo dá-nos algo essencial sobre a vida precária a que em nós teima em resistir por insistência do corpo provisório castigo do espírito insac...

Sinfonia de minha própria boca

Publicado por João Evangelista Rodrigues
Data da publicação: 21/12/2009

para todos falo para todos os lugares todos os tempos de alegria ou de sombras falo de palavra livre de vento no deserto palavras de águas amazônicas de aves sem pouso cidades remotas animais em extinção assim são minhas palavras em ruínas desmedidas e musicais de pedra em repouso mesmo quando as montanhas de abusos e absurdos se desabam em nuvens de silêncio e de terror e as geleiras se derreterem contra a ignorância ...

Berlim

Publicado por João Evangelista Rodrigues
Data da publicação: 10/11/2009

O mundo todo única verdade comemora a queda do muro de berlim brindes etílicos rimas idílicas fogos de sacrificios murais coloridos painéis de liberdade míticos rituais da mídia irremediável serva comemora aos berros nos bares e becos o fim da história a festa do mercado saturado de inutilidades mas perto de mim persistem tantas tristes trágicas barreiras e muralhas carros de luxo casas em ruinas berlim o mundo todo ...