Arquivo do Autor

Amok, a explosão do ódio

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 03/10/2017

O massacre em Las Vegas na madrugada desta segunda-feira, 2 de outubro de 2017, deixou ao menos 58 mortos e 515 feridos, informou o xerife Joe Lombardo. No maior ataque armado na História dos EUA, o atirador Stephen Paddock, de 64 anos, disparou contra festival de música country do quarto que estava hospedado no Hotel Cassino Mandalay, antes de se suicidar. Paddock não tinha passagens anteriores pela polícia e ainda não e...

Nações indígenas?

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 05/09/2017

Há algum tempo, em certo folheto da missa católica, muito utilizado na Região Sudeste do Brasil, encontrei uma expressão bastante repetida, mas, sem dúvida, equivocada. Trata-se da expressão “nações indígenas”, que confunde “povo” com “Estado” ou “nação”, o que não esconde uma visão ideologizada da realidade humana. Se pensamos, por exemplo, nas comunidades ciganas, a questão começa a se esclarec...

TV, objeto de cama e mesa

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 31/07/2017

Quem acompanha o itinerário da televisão no Brasil, desde os idos de setembro de 1950, deve ter notado a maré crescente do sexo que invadiu novelas e programas de auditório, com destaque especial para a propaganda, quando era praticamente impossível anunciar um novo modelo de automóvel sem que uma jovem bonita e pouco vestida fosse mostrada junto ao veículo. Pois os tempos estão mudando. Não sei se por saturação, qu...

A ressurreição da barba

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 06/07/2017

Leio no jornal que está em baixa o consumo de fraldas e de lâminas de barbear. A P & G deve estar chorando lágrimas de sangue… É natural que as fraldas já não sejam consumidas. Desde que os filhos se tornaram algo a ser “evitado” e os contraceptivos são vendidos na feira, a preço de banana, logicamente as fraldas seriam economizadas. Bem, a notícia deve referir-se às fraldas infantis, pois com a extens...

“Eu sou o pão da vida!”, João, 6, 48

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 05/06/2017

À beira do deserto líbio, cresceu uma comunidade de monges cenobitas. Em dez anos, os monges já passavam de 50 professos e outro tanto de noviços. Pelas aldeias da redondeza, logo correu a fama de sua santidade. Assim que a notícia chegou ao bispo, S. Exª nomeou um conhecido teólogo como Visitador Apostólico. Afinal, santidade sempre foi motivo de sérias preocupações. Depois de longa e arenosa viagem pelo deserto, o...

Fora de moda

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 26/05/2017

- Simpática moçoila, eu queria um par de galochas… - Par de quê!? - Galochas… - Um momentinho… Seu Gonçalves, nós temos galochas pra vender? Veio o dono do armarinho com um meio sorriso. - Não. Não temos. O último par foi vendido em 1958, em junho, na semana em que o Brasil foi campeão do mundo na Suécia… - Cáspite! Então já não fabricam galochas?! Vai ver também que o senhor não terá u...

Airoso, pernóstico, prosopopeias…

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 10/05/2017

Na esquina de nossa rua, revejo um antigo vizinho. Ele sorri e me cumprimenta: - Você, sempre airoso, hein? Achei que fosse um elogio amistoso e agradeci. Seguindo caminho, porém, veio-me a dúvida: seria mesmo um elogio ou o tipo estava com alguma ironia para cima de mim? Corri ao dicionário. Lá estava: airoso: Do espanhol airoso, Adjetivo, gracioso de movimentos, elegante na aparência, garboso. Aceitei o elogio. Por que...

O samba na mídia

Publicado por Carlos Scheid
Data da publicação: 03/05/2017

Foto: coxinha nerd O samba brasileiro entrou em cena com uma novidade tecnológica: o telefone. Gravado por Donga em 1916, o primeiro exemplar registrado desse gênero musical, intitulado “Pelo telefone“, com boa dose de ironia anunciava: “O Chefe da polícia Pelo telefone manda me avisar Que na Carioca tem uma roleta para se jogar Ai, ai, ai Deixe as mágoas pra trás, ó rapaz Ai, ai, ai Fica triste se és capaz e ...