Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Três nanopoemas

Publicado por Antonio Ângelo em Poesia
data: 25/10/2017

tres nanopoemas

I
Encontro
ponto

Relance
exclamação

Avance
interrogação

Veios de água fluem
entre nossas mãos

II
Se o telefone tocar
diga que parti

- Para onde? – perguntarão

Basta que sorria
e desligue o telefone

III
Arquivei as fotos nas nuvens
choveu e pela Aldeia ficaram espalhadas
cenas de nossa história

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Ângelo -
Comentário
  1. wesleypioest

    Dizem que o poeta se retirou para estâncias ao sul do continente, sob a luminescência do vate Belchior, de onde certamente nos brinda com suas minúcias poéticas pérolas palavras. Minas ainda em breve há de conseguir, por obra de suas altas elites políticas e culturais, trazê-lo de volta às serras alterosas. Ainda que amarrado.

Deixe um comentário