Tamanho da Letra: [A-] [A+]

Marítima

Publicado por Antonio Ângelo em Poesia
data: 18/03/2011

Quando lhe perguntei onde morava,

disse: paralelo tal,

latitude tal.

Cheguei em casa, fui ver:

ficava entre dois continentes.

Só então pude entender

seus olhos de brumas,

os cabelos limosos

e a saudade que a abalava

do apito noturno dos cargueiros.

Compartilhar este Artigo

Leia mais artigos em Poesia

Antonio Ângelo -
2 Comentários
  1. Walma

    Bravo!!!!!!!!

  2. Parabens… Abraços.

Deixe um comentário